Saltar para:
Logótipo
This page in english A Ajuda Contextual não se encontra disponível Autenticar-se
FCUP
Você está em: Início > Testemunho

Testemunho

Nuno Peralta VOLTAR >
O meu Estágio foi um passo bastante importante na minha vida profissional, pois muitas das tecnologias usadas no trabalho eram novidade para mim. Gostei bastante de tudo o que aprendi e desenvolvi. Além disso, os projectos na faculdade eram geralmente bastante pequenos e simples (devido ao tempo disponível e ao objectivo deles), portanto o Estágio ensinou-me o quão complexo um projecto do mundo real pode ser, principalmente se metade dele teve que ser remodelado. Não só estou a aprender, mas também a ensinar. Às vezes as pessoas fazem-me questões sobre coisas em que tenho experiência, e eu estou sempre pronto a ajudar. O facto de ter que lidar com as pessoas em Inglês ajudou-me bastante a melhorar a comunicação oral, pois no passado eu apenas escrevia e lia. É um sentimento excelente quando nós vemos o nosso trabalho a ser usado pelas outras pessoas, enquanto andamos pela sala e vemos os outros ecrãs. E várias pessoas vieram ao meu lugar pedir ajuda ou reportar um problema, ao qual eu tive que agir. Isto é a prova a mim mesmo que eu fiz alguma coisa importante na empresa.

Não é fácil criticar um país como a Irlanda. Posso dizer que é um país frio e chuvoso. Posso também dizer que a gastronomia não é nada de especial, comparada com a de Portugal. No entanto, é impossível alguém se arrepender de conhecer Dublin, muito de menos de viver e trabalhar lá. Os preços do alojamento e das contas mensais são o dobro de Portugal, mas o salário mínimo é mais de três vezes maior. De resto, os preços são à volta do mesmo. E se o trabalhador é bom, a empresa renova o contrato e paga o que ele merece. As pessoas gostam de ajudar umas às outras, querem viver felizes e fazem por isso. A Sexta-Feira é o dia em que se pode vestir roupa mais casual, para as pessoas se irem divertir depois do trabalho. Eu adoro o rio Liffey, que corre pelo centro de Dublin, pois dá uma outra vida à cidade. Não gasto dinheiro em transporte, uso as Dublin Bikes todos os dias de casa ao trabalho, por apenas dez euros por ano. Irlanda é um país justo, uma mentalidade diferente. Nada é perfeito, mas Portugal obrigou-me a procurar um país melhor e eu encontrei.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2013-10-22 I  Página gerada em: 2018-10-19 às 14:49:46