Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FCUP
Você está em: Início > DC603
Autenticação




Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Divulgação Científica

Código: DC603     Sigla: DC603

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Divulgação das Ciências

Ocorrência: 2017/2018 - 1S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Unidade de Ensino das Ciências
Curso/CE Responsável: Doutoramento em Ensino e Divulgação das Ciências

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
PDEDC 12 PE PD em Ensino e Divulgação das Ciências 1 - 9 35 243

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Paulo Simeão de Oliveira Ferreira de Carvalho Regente

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Aprofundar a fulcralidade da divulgação científica no panorama atual.

Saber adaptar os conteúdos e a abordagem científica ao público-alvo

Melhorar a capacidade de comunicar assuntos de índole científica, nomeadamente a públicos afastados da aprendizagem formal.

Promover competências gerais de comunicação científica.

Incrementar a capacidade de apresentar ideias oralmente, com clareza e rigor.

Compreender a construção científica como um processo (também) social.

Tomar contacto com o ‘estado da arte’ da divulgação científica nas áreas específicas de: matemática, física, química, astronomia, geologia e biologia.

Compreender a importância da interdisciplinaridade científica na divulgação científica.

Conhecer espaços públicos de divulgação científica: suas especificidades, fragilidades e potencialidades.

Resultados de aprendizagem e competências

Compreensão interdisciplinar dos debates relevantes para a divulgação científica

Autonomia e iniciativa na área da divulgação científica.

Capacidade de trabalhar em equipas multidisciplinares no desenvolvimento e aplicação de projetos de divulgação científica.

Avaliar de forma crítica a prática ao nível da divulgação científica.

Competência para comunicar assuntos de natureza científica.

Saber avaliar públicos-alvo  (nomeadamente quais os conhecimentos que tem, que linguagem falam, qual o nível de formação cientifica, que ferramentas TIC já' usam, etc.).

Desenvolvimento de aptidões transferíveis importantes para a vida profissional dos discentes.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Não aplicável.

Programa

1. Divulgação científica e contemporaneidade

2. O papel das várias áreas disciplinares na divulgação científica.

3. As diferentes áreas da ciência no contexto da divulgação científica (matemática, física, astronomia, química, biologia, geociências)

4. Espaços interativos de divulgação científica e suas potencialidades.

5. Passado, presente e futuro da literacia científica.

Bibliografia Obrigatória

Bucchi, M & Trench, B (eds); Handbook of Public Communication of Science and Technology,, Routledge, 2008

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

- Exposição teórica.

- Trabalhos de pesquisa, individuais e em grupo, apresentação de trabalhos e debates.

- Trabalhos de pesquisa e de reflexão pessoais.

- Os conteúdos centrais da disciplina são ministrados, principal mas não exclusivamente, nas aulas. Poderá haver vistas de estudo a museus e outros espaços de divulgação científica.

- A UC terá uma  composição modular, com a presença ora de todos os alunos com os vários docentes de todas as áreas disciplinares, ora em grupos específicos, por áreas disciplinares de interesse.

Aula 1- (de natureza interdisciplinar, com a presença dos docentes de todos os módulos). Apresentação, forma de funcionamento da UC. Debate geral sob o título "divulgação científica hoje" - o que existe, expectativas, receios e desafios.

Aulas 2 a 4 - Fundamentos da divulgação científica. Formas de divulgação científica: literatura científica, “popularização da Ciência”, museus e institucionalização da Ciência. Espaços de divulgação científica em Portugal: situações e desafios.

Aulas 5 a 7 - Um olhar crítico sobre a comunicação científica. Visitas a espaços locais de divulgação das ciências.

 

Aulas 8 a 14: os estudantes são distribuídos pelos módulos de matemática, física, química, astronomia, geologia e biologia, e aí desenvolverão um projeto de “avaliação crítica de uma prática de divulgação científica”.

 

 

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 5,00
Prova oral 35,00
Trabalho escrito 60,00
Total: 100,00

Obtenção de frequência

Avaliação geral. 2/3 presenças

Fórmula de cálculo da classificação final

Os alunos desenvolvem e apresentam ao docente da respetiva área disciplinar um projeto intitulado: “avaliação crítica de uma prática de divulgação científica”, que incluirá necessariamente uma secção introdutória, de não mais de 3 páginas A4, baseada na síntese pessoal do aluno sobre impacto das 7 primeiras aulas, sobre divulgação científica multidisciplinar.

O trabalho terá entre 6 e 12 páginas A4 e será apresentado oralmente. Pode ser individual ou de grupo.

Avaliação:

- 60% para o trabalho (avaliado em três aspetos):

a) Rigor científico.

b) Criatividade/originalidade.

c) Clareza em relação ao objetivo-alvo.

- 35% para a apresentação e discussão do trabalho e empenho nas atividades

- 5% para participação nas dinâmicas de aula e empenho do aluno nas atividades

 

Observações

Bibliografia

Além de outros artigos científicos de revistas internacionais da área de divulgação cientifica a serem propostos para cada módulo:

 

Ambrose, T., & Paine C. (2006). Museum basic. London: Routledge Taylor & Francis.

Araújo, Dias & Coutinho (2006). Comunicar Ciência (Guia Teórico & Guia Prático).FCT.

Bauer, M. (2000). Science in the Media as a Cultural Indicator: Contextualizing Surveys with Media Analysis. In M. Dierkes & C. von Grote (eds.), Between Understanding and Trust. The Public, Science and Technology. Amsterdam: Harwood.

Behrends, E., Crato, N.,& Rodrigues, J. F. (2012). Raising Public Awareness of Mathematics. Springer, 2012.

Bucchi, M., & Trench, B. (2008). Handbook of Public Communication of Science and Technology. London & New York: Routledge.

European Commission (2004). Guide to Successful Communications.

Gonçalves, M.E. (2002) (org.) Os Portugueses e a Ciência , Lisboa: Dom Quixote.   

Gregory, J., Miller, S. (1998) Science in Public: communication, culture and credibility New York: Plenum.                                                              
Pereira, D. C. (2007). Nova educação, nova ciência, nova sociedade. Porto: Editora UP.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-10-28 às 01:08:54 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais