Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FCUP
Você está em: Início > B240

Diversidade das Plantas

Código: B240     Sigla: B240

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Biologia

Ocorrência: 2015/2016 - 2S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Página Web: http://moodle.up.pt/course/view.php?id=272
Unidade Responsável: Departamento de Biologia
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Arquitectura Paisagista

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
L:AP 41 Planos de estudos a partir 2009 1 - 7,5 70 202,5

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Rubim Manuel Almeida da Silva Regente
Ana Maria Gonçalves Séneca Correia Cardoso Regente
Sara Cristina Ferreira Marques Antunes Regente

Docência - Horas

Teórica: 2,00
Práticas Laboratoriais: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 2,00
Rubim Manuel Almeida da Silva 1,68
Ana Maria Gonçalves Séneca Correia Cardoso 0,32
Práticas Laboratoriais Totais 2 6,00
Raquel Maria da Silva Graça Almeida 4,10
Rubim Manuel Almeida da Silva 0,58
Sara Cristina Ferreira Marques Antunes 1,32

Língua de trabalho

Português

Objetivos

1. Compreensão da história e evolução da Botânica e dos principais sistemas de classificação dos vegetais 2. Apreender os conceitos de Taxonomia e Sistemática, Classificação e Nomenclatura Botânica 3. Percepção e compreensão dos principais tipos filosóficos que regem as diferentes escolas de pensamento taxonómico e principais diferenças entre as mesmas 4. Aquisição dos conhecimentos morfológicos necessários à descrição e estudo de taxa vegetais 5. Desenvolverem as competências taxonómicas mínimas que lhes permitam a identificação de plantas e a sua correcta preparação para herbário e outros tipos de colecções biológicas 6. Conhecer as grandes linhas evolutivas das plantas 7. Aquisição de conhecimentos sobre os grandes grupos vegetais, principais diferenças entre eles e sua evolução e caracterização. 8. Aquisição de conhecimentos sobre grupos de plantas de interesse ornamental. 9. Construir e utilizar chaves dicotómicas tal como gerir termos e conceitos de morfologia utilizados para a identificação de plantas vasculares.

Resultados de aprendizagem e competências

 

Os resultados de aprendizagem e competências são os indicados nos campo "Objectivos"

 

 

 

Modo de trabalho

Presencial

Programa

I - As bases ecológicas da evolução das plantas: factores abióticos e bióticos relevantes para o processos processos evolutivos e os padrões actuais da diversidade das plantas

II - Classificação e Sistemática A botânica da pré-história à modernidade: súmula histórica Conceitos e definições fundamentais - o papel ainda actual da morfologia e disciplinas clássicas; a biologia molecular A classificação e as categorias taxonómicas Os principais tipos de classificações: diferenças e importância A Nomenclatura Botânica Estudos taxonómicos.Síntese comparativa das principais linhagens de plantas- Plantas não avasculares: Hepáticas, Antoceros e Musgos Plantas Vasculares não produtoras de sementes - Lycophyta e Monilófitas; Plantas vasculares com sementes I - Gimnospermae Plantas vasculares com sementes II - Angiospermae; Noções de morfologia, termos descriptores de plantas com semente.

 

 

Bibliografia Obrigatória

JUDD, W. S. et al. ; Systematics. A phylogentic approach., Sinauer Associates, Inc. USA., 1999
MAUSETH, J. D.; 2009. Botany. An Introduction to Plant Biology., Jones and Bartlett Publishers, Massachusetts. USA, 2009

Bibliografia Complementar

The Royal Horticultural Society; New Encyclopedia of Plants and Flowers, Christopher Brickell, 1999. ISBN: 1-4053-0057-4
J. M. Sanchéz de Lorenzo Cáceres; Guía de las Plantas Ornamentales, Ediciones Mundi-Prensa, Barcelona, 2001. ISBN: 84-7114-937-0
López Gonzalez, G.; Los árboles y arbustos de la Península Ibérica e Islas Baleares (Especies silvestres y las principales cultivadas). 2 vols., Ediciones Mundi-Prensa., 2001. ISBN: 84-7114-953-2 (Este é uma boa obra (2 volumes) para identificação de espécies ornamentais)

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Expositivo e Participativo; Laboratorial; Aulas de campo

Palavras Chave

Ciências Naturais > Ciências biológicas > Biologia > Taxonomia
Ciências Naturais > Ciências biológicas > Biologia > Biologia evolutiva
Ciências Naturais > Ciências biológicas > Biodiversidade
Ciências Naturais > Ciências biológicas
Ciências Naturais
Ciências Naturais > Ciências biológicas > Botânica > Botânica sistemática
Ciências Naturais > Ciências biológicas > Botânica

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 75,00
Trabalho escrito 25,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 120,00
Total: 120,00

Obtenção de frequência

É necessária a presença em 3/4 das aulas laoratoriais e de campo. Os alunos que tenham obtido frequência no ano lectivo anterior poderão pedir dispensa das aulas práticas

Serão realizadas duas frequências em data e local a anunciar. Alunos inscritos na disciplina no corrente ano letivo, que pretendam realizar Melhoria de Nota, ou que não tenham obtido aprovação nas frequências, apenas  poderão fazer exame na Época de Recurso. A Época Normal será destinada exclusivamente aos alunos que não tenham realizado frequências.

 

Fórmula de cálculo da classificação final

As componentes de avaliação e respectivos pesos, serão as seguintes: Exame – 75 % Exame; Trabalhos práticos - 25%

A nota final corresponderá à média das frequências realizadas ou à nota do exame final, acrescidas da soma da nota correspondente aos trabalhos práticos (grupo). Não há nota mínima nas frequências.

 Os alunos dispensados das aulas práticas apenas terão que fazer frequências ou exame final, que neste caso serão cotados para 100%.

Provas e trabalhos especiais

Os estudantes-trabalhadores deverão contactar o regente para serem discutidos os trabalhos a apresentar

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Não aplicável

Melhoria de classificação

Em exame de recurso

Observações

- Os estudantes-trabalhadores têm que cumprir um mínimo de trabalhos de natureza prática. Devem contactar o regente da Disciplina (ver Provas e Trabalhos Especiais)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-02-21 às 12:22:38