Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Notícias > Biblioteca da FCUP assinala Dia Nacional da Cultura Científica com evocação a Rómulo de Carvalho
Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Biblioteca da FCUP assinala Dia Nacional da Cultura Científica com evocação a Rómulo de Carvalho

Obras do autor em exposição na Biblioteca da FCUP


O Dia Nacional da Cultura Científica é celebrado, esta quinta-feira, dia 24 de novembro, pela Biblioteca da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), com uma homenagem a Rómulo de Carvalho, escritor, cientista e divulgador de ciência português. As obras de Rómulo de Carvalho, disponíveis para consulta no Catálogo da Biblioteca FCUP, estão em exposição na entrada da mesma (edifício FC1).

romulo

Instaurado em 1996, por iniciativa do então Ministro da Ciência, José Mariano Gago, o Dia Nacional da Cultura Científica é assinalado no dia do nascimento do poeta, cujas carreiras académica e profissional se centraram maioritariamente no ensino das áreas das ciências físico-químicas, em Coimbra e em Lisboa.

26 anos depois da sua instauração, a efeméride é comemorada pela Biblioteca da FCUP com um destacável apontamento expositivo de parte da obra do autor, existente nas coleções da mesma. “A Ciência Hermética” ou “A história natural em Portugal no Século XVIII” são alguns dos títulos em exposição, bem como “Rómulo de Carvalho na Universidade do Porto”, obra de carácter evocativo do génio de Rómulo. Este último, da autoria de José Moreira de Araújo (1928-2020), antigo docente da FCUP, recorda a passagem do escritor pela Academia Portuense entre 1928 e 1931, contando com reproduções de trabalhos, ilustrações e publicações do mesmo nos periódicos académicos e sociais da cidade, onde se destaca “Porto Académico”.

Também a obra poética de Rómulo de Carvalho e a veiculação da ciência por meio desta são destacadas no espaço concebido para a data, com a passagem de um poema escrito por António Gedeão, pseudónimo do autor. Nesta narrativa, o sujeito poético, por usufruto de método científico, cessa irrefutavelmente quaisquer dúvidas ou até preconceitos.

 

Sobre Rómulo de Carvalho

Rómulo Vasco da Gama Carvalho (1906-1997) foi um escritor, cientista, professor de ciências físico-químicas e ilustre divulgador de ciência do panorama nacional, no século XX. Conhecido pela abordagem afetuosa ao leitor, numa escrita descomplicada, Rómulo de Carvalho aproxima diferentes gerações, sem pudor por estrato social, dos grandes temas da Ciência, como é exemplo a obra “A Física no Dia-a-Dia”, publicada em 1968 sob o título “Física para o Povo”:
 

“Este livro é para si, meu amigo. Foi escrito a pensa em todas aquelas pessoas que gostariam de estudar e de aprender mas que não tiveram ocasião para isso. O meu amigo é um deles. Suponho que é camponês ou operário, rapaz novo ou homem feito, e que já lhe sucedeu ficar a meditar sobre as razões por que acontecem certas coisas que observa. (…)”

Rómulo de Carvalho, in prefácio de “Física para o Povo”, 1968 

 

Professor de Ciências Físico-Químicas e autor de inúmeras obras de carácter científico e poético (algumas sob o pseudónimo de António Gedeão), Rómulo de Carvalho não parou a sua atividade mesmo após 40 anos dedicados ao ensino, tendo, até à data da sua morte, continuado a escrever e a levar a Ciência à sociedade em geral.




Divulgue os seus eventos e projetos comunica@fc.up.pt 
SICC. 23-11-2022
Imagem: SICC. BC
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2022-07-18 I  Página gerada em: 2022-12-02 às 20:02:41 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias