Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FCUP
Você está em: Início > Notícias > Prémio Abel 2021 entregue a Avi Wigderson e László Lovász
Autenticação




Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Informações

Prémio Abel 2021 entregue a Avi Wigderson e László Lovász

Teoria da complexidade computacional e teoria dos grafos


Entregue desde 2003, o Prémio Abel é o análogo do Prémio Nobel para a área da matemática. Este ano, este galardão foi atribuído a Avi Wigderson e László Lovász, pelo trabalho desenvolvido na teoria da complexidade computacional e na teoria dos grafos, respetivamente. A cerimónia oficial de entrega de prémios realizou-se esta semana. 

Para explicar a importância desta honra concedida pela Academia Norueguesa de Ciências e Letras, falámos com Samuel Lopes, docente do departamento de Matemática da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) e diretor do Centro de Matemática da Universidade do Porto (CMUP). 

“De forma simples e sucinta, o trabalho destes matemáticos centra-se nos algoritmos, nos seus limites de aplicabilidade e na sua complexidade, encontrando aplicações importantes na segurança de redes informáticas (cibersegurança)”, explica.  

O trabalho destes investigadores, descreve o docente da FCUP, projeta as “áreas de álgebra, matemática discreta e teoria da computação para a vanguarda da investigação em Matemática”, através do uso dos “conceitos aparentemente complementares de aleatoriedade e estrutura”. 

Estrutura e aleatoriedade deram também o mote para a distinção, em 2020, dos matemáticos Hillel Furstenberg e Grigory Margulis, com o Prémio Abel. “O trabalho deles é fortemente transversal, cruzando várias áreas de investigação muito bem representadas no CMUP e  no Departamento de Matemática da FCUP: teoria da probabilidade, sistemas dinâmicos, teoria de grupos (em particular grupos de Lie), geometria, teoria de números e matemática discreta. Esta transversalidade é mais interessante ainda pelo impacto que tem também nas áreas de Física matemática e teoria da computação”, explica Samuel Lopes. 

O docente do Departamento de Matemática deixa ainda uma sugestão para os mais curiosos  e aqueles que se interessam por lógica, matemática discreta, criptografia e computação quântica. “Sugiro uma pesquisa pelas noções de "prova de conhecimento nulo" (ver exemplo), "grafo aleatório" e "algoritmo LLL (Lenstra–Lenstra–Lovász) de redução para bases de reticulados". 







Divulgue os seus eventos e projetos | comunica@fc.up.pt  



Renata Silva. SICC. 26-05-2021
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2013-10-23 I  Página gerada em: 2021-10-17 às 05:02:35 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais