Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FCUP
Você está em: Início > Notícias > FCUP participa em estudo sobre o risco de extinção dos tubarões

Notícias

FCUP participa em estudo sobre o risco de extinção dos tubarões

Artigo publicado na revista Nature


Um artigo publicado na prestigiada revista Nature por uma equipa internacional, que inclui vários elementos da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) e investigadores do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto (CIBIO-InBIO), alerta para o facto de os oceanos já não constituírem um refúgio para os tubarões.

De acordo com um comunicado do CIBIO-InBIO, o estudo revela que as zonas de pesca comercial em mar aberto estão a sobrepor-se a áreas de grande importância ecológica para os tubarões, o que poderá aumentar ainda mais o risco de extinção nomeadamente dos grandes tubarões migratórios.

Desta equipa internacional fazem parte o docente da FCUP Professor António Múrias dos Santos, a estudante de doutoramento em Biodiversidade, Genética e Evolução da FCUP, Marisa Vedor, e pelos alumnni da FCUP, Ivo da Costa, mestre em Biodiversidade, Genética e Evolução e Nuno Queiroz, mestre em Ecologia e Ambiente. 

O tubarão-azul, anequim e tubarão-branco são alguns exemplos icónicos de tubarões que vivem em mar aberto, também conhecidos como pelágicos. A grande maioria destes poderosos predadores passa a vida a migrar por extensas áreas dos oceanos, as quais incluem zonas de atividade piscatória comercial.

Muitas populações de tubarões pelágicos estão a decrescer, sendo que quase metade das espécies se encontra ameaçada de extinção. Para avaliar com mais detalhes o impacto da pesca industrial sobre os tubarões pelágicos, os investigadores por detrás deste estudo, provenientes de mais de 100 instituições, estimou o quanto as zonas de pesca industrial se sobrepõem aos habitats destes tubarões. O artigo então publicado traz um mapeamento global dos oceanos e, segundo o qual, poucas são as áreas onde os tubarões podem refugiar-se da pesca comercial.

Este artigo insere-se no Global Shark Movement Project, um projeto coliderado pelo CIBIO/InBIO com o objetivo de estudar o comportamento, ecologia e promover a conservação de tubarões à escala global.

tubarao

Tubarão-tigre, Galeocerdo cuvieri | Foto: Neil Hammerschlag

Ver comunicado CIBIO-InBIO

Divulgue os seus eventos e projetos | comunica@fc.up.pt


Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2013-10-23 I  Página gerada em: 2019-08-26 às 04:25:38