Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > B4058
Mapa das Instalações
FC6 - Departamento de Ciência de Computadores FC5 - Edifício Central FC4 - Departamento de Biologia FC3 - Departamento de Física e Astronomia e Departamento GAOT FC2 - Departamento de Química e Bioquímica FC1 - Departamento de Matemática

Qualidade Biológica da Água

Código: B4058     Sigla: B4058

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Biologia

Ocorrência: 2022/2023 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Biologia
Curso/CE Responsável: Mestrado em Recursos Biológicos Aquáticos

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
M:BGQ 14 Plano de Estudos do M:BGQA_2013-2014 1 - 6 42 162
M:RBA 7 PE Mestrado em Recursos Biológicos e Aquáticos a partir do ano letivo 2013_2014. 1 - 6 42 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Maria da Natividade Ribeiro Vieira Regente

Docência - Horas

Teórica: 1,70
Práticas Laboratoriais: 1,30
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 1,70
Maria da Natividade Ribeiro Vieira 0,95
Ruth Maria de Oliveira Pereira 0,75
Práticas Laboratoriais Totais 1 1,30
Maria da Natividade Ribeiro Vieira 0,58
Ruth Maria de Oliveira Pereira 0,72

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Os objetivos da disciplina são.
Caracterização dos diferentes ecossistemas dulciaquícolas. Avaliação da qualidade de água em todas as suas vertentes Biomanipulação dos ecossistemas Eutrofização e suas consequências na qualidade da ´água.

Obter competencias para aprendizagem das tecnicas de avaliação da qualidade da água aplicando-as futuramente em varias vertentes de ensino, investigação  e outras.

Resultados de aprendizagem e competências

O programa da disciplina apresenta os conceitos, as ideias e as linhas de pensamento mais importantes relacionadas com o estudo dos Ecossistemas Aquáticos, para uma interpretação mais criteriosa, eficaz e actual da Qualidade Biológica da Água. Pretende-se que haja sempre uma articulação sólida entre a componente teórica e a prática. Por isso, alguns dos temas desenvolvidos nas aulas teóricas serão depois comprovados e ensaiados nas aulas práticas, utilizando as respectivas metodologias. .Por razões didácticas, o programa teórico será estruturado em diversos capítulos, cuja abordagem pressupõe conhecimentos já adquiridos em disciplinas de índole mais geral, nomeadamente, Ecologia, Ecologia Aquática e Bioestatística. Avaliação distribuída sem exame final, a apresentação de um artigo e de um trabalho sobre um tema.
Condições de Frequência:  Frequência das aulas da disciplina nos termos da legislação e dos regulamentos em vigor
Fórmula de avaliação: 20% artigo
80% trabalho escrito

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Os conteúdos programáticos da unidade curricular Qualidade Biológica da Água foram definidos em função dos objetivos e competências a serem adquiridos  pelos estudantes e enquadram-se dentro dos conteúdos normalmente leccionados em unidades curriculares equivalentes de outras Universidades Portuguesas e Europeias.

 

Para dotar os alunos das competências específicas a desenvolver no âmbito
desta unidade curricular, existe uma correspondência direta entre os
conteúdos de cada tópico leccionado e as competências específicas a desenvolver.

Programa

Programa teórico: 1 - Caracterização dos ecossistemas dulciaquicolas 2 - Fenómenos de perturbação nos ecossistemas 3 - Eutrofização e autodepuração do meio aquático 4 - Efeitos de contaminação orgânica em ecossistemas lenticos e semi-lênticos 5 - Bioacumulação 6 - Avaliação biológica da água 7 - Organismos bio-indicadores 8 - Índices baseados na tolerância de alguns taxa 9- Índices de diversidade,  10- Biomarcadores 11- Gestao para a qualidade
Programa prático: Elaboração de trabalhos práticos sobre a qualidade biológica da água

Bibliografia Obrigatória

Anushree Malik; Environmental challenge vis a vis opportunity: The case of water hyacinth
D. W. Schindler; Eutrophication and Recovery in Experimental Lakes: Implications for Lake Management
J. Thad Scotta,* and Mark J. McCarthyb,c; Nitrogen fixation may not balance the nitrogen pool in lakes over timescales relevant to
Margalef, Ramon; Limnologia
Vitor Vasconcelos; Eutrophication, toxic cyanobacteria and cyanotoxins:2006
R. Pereira*†, A. M. V. M. Soares†‡, R. Ribeiro‡ and F. Gonc¸ alves†; Assessing the trophic state of Linhos lake: a first step towards ecological rehabilitation, 2002
Premazi, G., Cardoso, A.C., Rodari, E., Austoni, M., Chiaudani, G., 2005.; Hypolimnetic withdrawl coupled with oxygenation as lake restoration measures: the successful case of Lake Varese (Italy)
Wauer, G., Teien, H.-C., 2010.; Risk of acute toxicity for fish during aluminum application to hardwater lakes. Science of the Total Environment 408:4020-4025.
ALBA-TERCEDOR, J. & A. SANCHÉZ-ORTEGA. 1988; Un método rápido y simple para evaluar la calidad biológica de las aguas corrientes basada en el de Hellawell (1978). Limnetica, 4: 51-56.
ALBA-TERCEDOR, J.; PRAT, N. 1992; Spanish experience in the use of macroinvertebrates as biological pollution indicators”, in River Water Quality. Ecological Assessment and Control, editado por P.J. Newman, M.A. Piavaux e R.A. Sweeting, Bruxelas (Bélgica), Comissão europeia.
Wetzel, R. G., 1983; Limnologia. 2nd Ed. Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
Malik, A., 2007; Environmental challenge vis a vis opportunity: the case of water hyacinth. Environment International 33:122-138.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

O programa da disciplina apresenta os conceitos, as ideias e as linhas de pensamento mais importantes relacionadas com o estudo dos Ecossistemas Aquáticos, para uma interpretação mais criteriosa, eficaz e actual da Qualidade Biológica da Água. Pretende-se que haja sempre uma articulação sólida entre a componente teórica e a prática. Por isso, alguns dos temas desenvolvidos nas aulas teóricas serão depois comprovados e ensaiados nas aulas práticas, utilizando as respectivas metodologias. A motivação é um factor decisivo em todo e qualquer processo de aprendizagem, razão pela qual nos esforçaremos por incrementá-la através da articulação dos temas abordados, e exemplificando, sempre que necessário, com casos de estudo e com a experiência pessoal da autora. Por razões didácticas, o programa teórico será estruturado em diversos capítulos, cuja abordagem pressupõe conhecimentos já adquiridos em disciplinas de índole mais geral, nomeadamente, Ecologia, Ecologia Aquática e Bioestatística.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Apresentação/discussão de um trabalho científico 30,00
Exame 70,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Apresentação/discussão de um trabalho científico 30,00
Trabalho de investigação 70,00
Total: 100,00

Obtenção de frequência

Revisão de uma artigo e sua apresentação.
Exame escrito

 

Fórmula de cálculo da classificação final

Formula d avaliação
30% artigo

70%  exame  escrito

Observações

A responsável por esta unidade curricular é Natividade Vieira
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Ciências da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-11-26 às 13:35:40 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias