Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > MNCSP1102

Técnicas de promoção da saúde

Código: MNCSP1102     Sigla: TEPROS

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Ciências Sociais e do Comportamento

Ocorrência: 2020/2021 - 1S Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Curso/CE Responsável: Mestrado em Nutrição Comunitária e Saúde Pública

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MNCSP 21 Plano Oficial 1 - 4 36 108

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Elisabete Conceição Pereira Ramos Regente

Docência - Horas

Teórica: 0,86
Teorico-Prática: 1,71
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 0,86
Elisabete Conceição Pereira Ramos 0,28
Joana Filipa Campos Araújo 0,58
Teorico-Prática Totais 1 1,71
Joana Filipa Campos Araújo 1,71

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Os estudantes deverão conhecer as teorias que estão na base de programas de promoção da saúde e as técnicas fundamentais para a sua implementação. Os estudantes deverão ser capazes de desenhar um programa de promoção de saúde, identificando todas as suas componentes, desde a definição dos objetivos e metas ao planeamento das ações e estratégias de avaliação do programa.

Resultados de aprendizagem e competências

Os conteúdos programáticos desta Unidade Curricular abordam conceitos fundamentais para o desenvolvimento de capacidades e conhecimentos que suportam a escolha e implementação de medidas de promoção de saúde em diversos contextos. Pretende-se que os estudantes compreendam a relevância de acções e políticas que facilitem ambientes e práticas saudáveis, bem como a importância dos contextos de vida nas propostas de intervenção.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

Contexto histórico e conceitos; Modelos comportamentais e mudanças de comportamento na promoção de saúde; Promoção de saúde ao longo da vida; Estratégias de promoção de saúde; Desenvolvimento de políticas saudáveis e criação de ambientes promotores de saúde; Promoção de saúde em ambiente escolar e ocupacional; Comunicação e marketing na promoção da saúde; Avaliação das necessidades, planeamento e avaliação de intervenções; Dinâmicas de grupo e outras estratégias para intervenção.

Bibliografia Obrigatória

Edelman CL, Mandle CL. ; Health Promotion throughout the life span, Mosby Incorporated, 2005
Nweze Eunice Nnakwe; Community nutrition. ISBN: 978-0-7637-4760-2
Commission on the Social Determinants of Health; CSDH - Closing the gap in a generation: health equity through action on the social determinants of health, WHO, 2008
McKenzie JF, Neiger BL, Thackeray R; Planning, Implementing, & Evaluating Health Promotion Programs, A Primer, 2009

Observações Bibliográficas

A cada sessão serão apresentadas bibliografias adicionais actualizadas e especificas dos temas em discussão.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

As metodologias de ensino irão combinar a dimensão teórica e prática dos principais conceitos relacionados com a implementação de intervenções de promoção da saúde. A realização de discussões nas sessões teórico-práticas, com base em problemas, pretende estimular a compreensão dos fenómenos e das dificuldades de intervenção, tendo como objetivo aumentar a capacidade de planeamento de intervenções em diferentes contextos. A apresentação oral dos trabalhos visa desenvolver a capacidade de comunicação e promover a colaboração entre pares.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Trabalho escrito 40,00
Trabalho prático ou de projeto 60,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de projeto 24,00
Estudo autónomo 36,00
Frequência das aulas 36,00
Trabalho escrito 12,00
Total: 108,00

Obtenção de frequência

De acordo com as regras vigentes na FCNAUP

Fórmula de cálculo da classificação final

A avaliação da aprendizagem será realizada através da apresentação de uma intervenção para promoção de saúde realizada em grupo (60% da nota total) - no trabalho de grupo a apresentação oral corresponde a 20% e o trabalho final escrito a 80%. Os restantes 40% são obtidos por uma avaliação individual que corresponde à análise a um projeto de intervenção.
Apesar da nota final resultar da média ponderada, os alunos têm de obter aprovação (10 valores) a todos os componentes da avaliação.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-09-17 às 07:50:23 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais