Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Cursos/CE > Unidade de Formação Contínua > PERQUCA

Perigos Químicos na Cadeia Alimentar

Objetivos

A criação desta formação da Universidade do Porto surge da necessidade de reportar a luz da evidencia atual os Perigos químicos nos alimentos com foco na política de segurança alimentar da União Europeia e nos desafios que se enfrenta em prol da proteção da saúde dos consumidores e do ambiente (One Health). Desta forma, visa empoderar de conhecimento os profissionais dos sectores agro-alimentar e saúde, bem como os agentes económicos dos diferentes segmentos da cadeia alimentar e permitir uma tornada de decisão consciente.
E neste âmbito que surge a necessidade desta oferta formativa, com formação qualificada, baseada no conhecimento científico e nos referenciais em vigor como estratégia de intervenção pedagógica. Esta formação permitirá aos formandos aprofundar e adquirir conhecimentos e competências nesta área do saber que articula o domínio da Segurança e Qualidade Alimentar com os desafios da Saúde Publica, com interesse abrangente (I-Indústria Alimentar; II-Alimentação Coletiva e Restauração; III-Profissionais de Saúde).

São objetivos deste curso capacitar os formandos de conhecimento em perigos químicos presentes nos alimentos (substâncias que podem provocar efeitos adversos na saúde): os que ocorrem naturalmente; os que são adicionados durante a produção ou manipulação dos alimentos; os formados durante o processamento; os que migram dos materiais de contacto/ embalagem; e os contaminantes e resíduos da cadeia alimentar, conhecendo a sua origem e mecanismos de formação, legislação associada, medidas a implementar quer para prevenir quer para mitigar a sua ocorrência. Maior ênfase será dada à transformação de alimentos e a ocorrência de perigos químicos em ambientes de produção industrial (indústria alimentar) e de preparação e distribuição alimentar (unidades de alimentação coletiva) e também ao profissional de saúde serão fornecidas ferramentas científicas para educar e orientar os seus doentes/utentes nas boas práticas de preparação e escolhas alimentares minimizando assim os riscos associados aos diferentes perigos químicos. Desta forma os formandos irão conhecer as leis e boas práticas, e assim contribuir para a diminuição da exposição dos consumidores (comensais) ao cocktail dos perigos químicos e em última linha prevenirem o risco de doenças associadas.

Competências a adquirir:
I- Saber identificar os diferentes perigos químicos presentes na cadeia alimentar;
II- Conhecer os referenciais normativos (estatutários e regulamentares);
III- Conhecer as boas práticas e as estratégias para evitar a formação e exposição aos mesmos;
IV- Estarem capacitados para elaborar medidas preventivas e medidas corretivas (correções e ações corretivas) nas etapas da produção e do processamento de alimentos quer em ambiente industrial, bem como na restauração;
V- Conhecimento técnico-científico para a orientação na tomada de decisão perante a escolha de produtos alimentares mais seguros e saudáveis.

Informações

Parcerias:

AHRESP; ASAE; INSA; FIPA; Portugal Foods

Coordenação Científica:

Olga Viegas, Professora Auxiliar Convidada da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP).

Mª Cristina Teixeira Santos, Professora Auxiliar da FCNAUP.

Equipa Docente:

Ana Catarina Carvalho, Mestre em Tecnologia e Ciência Alimentar, Investigadora em Saúde Pública, experiência em avaliação de risco-benefício;

Mª Cristina Teixeira Santos, Professora Auxiliar da FCNAUP, Investigadora do CINTESIS e Regente de UC relacionadas com o tema;

Janete Rocha, Licenciada em Ciências da Nutrição, experiência no estudo dos alimentos: bioativos e contaminantes químicos;

Mafalda Ribeiro, Nutricionista, finalista do Mestrado em Controlo de Qualidade. ;

Marta Silva, Mestre em Controlo de Qualidade, Investigadora na área da análise de contaminantes químicos em alimentos;

Olga Viegas, Professora Auxiliar Convidada da FCNAUP, Investigadora na REQUIMTE e Docente de UCs relacionadas com o tema.


Destinatários: Profissionais da Indústria Alimentar, Alimentação Coletiva, Restauração e Hotelaria. Consultores da área alimentar e responsáveis da segurança e qualidade. Profissionais do sector agroalimentar e profissionais de saúde e demais interessados.

Condições específicas de ingresso e critérios de seleção e seriação:

De acordo com o previsto no ponto g) do nº 3 do Aviso de Abertura de Concurso 01/PRR/2021, e no âmbito do Programa Impulso Adulto, os destinatários serão residentes no território nacional aquando das ações de que forem beneficiários.

Caso o número de candidatos à formação seja inferior ou igual ao número máximo de vagas, todos os candidatos que cumpram as condições de acesso serão selecionados.
Caso o número de candidatos à formação seja superior ao número máximo de vagas, serão utilizados os seguintes critérios de seleção e de seriação de candidatos:

1. Idade do candidato:

Superior a 23 anos: 1 ponto

Inferior a 23 anos: 0 pontos

2. Situação de desemprego:

Sim: 1 ponto

Não: 0 pontos

3. Grau académico dos destinatários do curso:

Escolaridade obrigatória: 3 pontos

Licenciatura: 2 pontos

Mestrado ou Doutoramento: 1 ponto

4. Critérios de desempate dos candidatos:

Idade (serão admitidos primeiramente os candidatos mais velhos)


Nível da formação: 1.º Ciclo 

N.º mínimo e máximo de formandos: 15 e 30, respetivamente.

Duração: 54h totais, das quais 19h de contacto.

1.ª edição: início a 7 de outubro. O sistema de ensino será b-learning, combinando aulas teóricas à distância e aulas teórico-práticas presenciais, e decorrerá em 19 horas de contacto, através de 11 aulas teóricas e 8 aulas teórico-práticas. As aulas teóricas serão síncronas, à sexta-feira à tarde (e-learning) e as teórico-práticas ao sábado de manhã (nas instalações da FCNAUP)

Calendarização:

Aulas teóricas (regime online):
- 7, 14 e 21 de outubro (17h30-20h30) (sexta-feira);
- 28 de outubro (18h00-19h00, aula de dúvidas) (sexta-feira);
Aulas teórico-práticas (regime presencial):
- 15 e 22 de outubro (9h30 às 13h30) (sábado);
- 29 de outubro (10h00 às 11h00) - avaliação (sábado).



Propina: 120¤ (acresce pagamento do seguro escolar: 2 euros)

Certidão UP: 5¤

Regimes de funcionamento: b-learning 


Candidaturas: até 26 de setembro de 2022 em: https://s.up.pt/02tj

 

Proteção de Dados
Para além das finalidades regulares de utilização dos seus dados pela U.Porto, relacionados com a seleção e seriação das candidaturas e, posteriormente, com a gestão académica dos candidatos selecionados, informamos que, face ao enquadramento da presente formação no âmbito do «Programa de Formação Multidisciplinar da U.Porto – Impulso Jovens STEAM & Impulso Adultos» (PRR), a identificação de todos os participantes (nome, NIF e contacto) terá de ser comunicada à Direção-Geral do Ensino Superior para efeitos de monitorização da execução do projeto.
Quaisquer dúvidas sobre o tratamento dos seus dados poderão ser endereçadas à Encarregada da Proteção de Dados da U.Porto, para dpo@reit.up.pt.



A presente edição da formação "Perigos Químicos na cadeia alimentar" é financiada pelos fundos do programa «Next Generation EU» do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), através do «Programa de Formação Multidisciplinar da U.Porto – Impulso Jovens STEAM & Impulso Adultos».


 


Dados Gerais

Docente Responsável: Olga Viegas
Sigla: PERQUCA
Tipo de curso/ciclo de estudos: Unidade de Formação Contínua
Início: 2022/2023
Duração: 54 Horas

Diplomas

  • Perigos Químicos na Cadeia Alimentar (2 Créditos ECTS)

Áreas Científicas Predominantes

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-09-25 às 07:14:18 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias