Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > PGI01

Práticas Generativas e Interativas

Código: PGI01     Sigla: PGI

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
CNAEF Belas-artes

Ocorrência: 2022/2023 - 2S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Artes Plásticas
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Artes Plásticas

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
AP 11 Plano de estudos de LAP_publicaçao em DR de 24/05/2021 2 - 6 60 162
3
4

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
André Rangel Macedo Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 1 4,00
André Rangel Macedo 4,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

No final desta UC os estudantes deverão saber/ser capazes de:

 

– Identificar obras de Arte que resultam de processos generativos e obras de arte interativas.

– Reconhecer e compreender processos e estratégias utilizados por outros autores de obras de arte generativa e interativa.

- Adquirir compreensão básica e aprender sobre programação – de computadores e de microcontroladores – para que a possam integrar na concepção e execução de projetos artísticos generativos e interativos.

- Conhecer, identificar e selecionar, pela sua usabilidade, quais os meios adequados à construção de interfaces para sistemas artísticos interativos.

– Pensar e agir nos campos da arte generativa e da arte interativa.

Resultados de aprendizagem e competências

Pensamento e prática nos domínios da concepção e execução de sistemas artísticos generativos e/ou intereactivos.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

Conteúdos das áreas da imagem, som, informática e computação física, e a sua prática permitem aos estudantes construir saber e competência para pensar, operar, separar, combinar, processar e transformar diferentes meios para desenvolverem trabalho artístico, enquanto agentes catalisadores nos campos da arte generativa e da arte interativa.

Nesta UC são apresentadas e discutidas obras de arte generativa e de arte interativa de referência; são introduzidas ferramentas computacionais que permitem a concepção e produção de composições multidimensionais que rompem com preconceitos da linguagem espacio-temporal pré-existente; exploram-se sistemas algorítmicos e estocásticos para composição artística que permitem o desenvolver sistemas alternativos (métodos e processos) de que resultam movimentos estéticos com diversos níveis de imprevisibilidade; exploram-se diferentes sistemas de visão por computador; programam-se micro-controladores para integração em sistemas de computação física que permitem o controle de atuadores e sensores;  produz-se arte interativa que explora a interação humano–máquina concertando o físico e o digital.

Bibliografia Obrigatória

Galanter, P. ; What is generative art? Complexity Theory as a Context for Art Theory, New York: Interactive Telecommunications Program, New York University., 2003

Bibliografia Complementar

Miguel Carvalhais; Towards a model for artificial aesthetics
Miguel Carvalhais; Art and computation. ISBN: 978-90-828935-5-7
Chen, W.; Interactive Installation Art & Design, Artpower International, 2020
Lechner, P. ; Multimedia Programming Using Max/MSP and TouchDesigner, 2014
Margolis, M. ; Arduino Cookbook, Van Duuren Media, 2012
Parker, J. R. ; Generative Art: Randomness as an Artistic Tool, Durvile, 2019
Pearson, M. ; Generative Art: A Practical Guide Using Processing , Manning Publications., 2011
Reas, C., & McWilliams, C. ; Form+Code in Design, Art, and Architecture (Design Briefs) (1st ed.), Princeton Architectural Press, 2010
Stern, N. ; Interactive Art and Embodiment: The Implicit Body as Performance (Arts Future Book), Gylphi Limited, 2013
Taylor, G. ; Step by Step: Adventures in Sequencing with Max/MSP , Cycling ’74, 2018

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Aulas expositivas, de demonstração, de discussão, oficinais, de produção e de apresentação dos trabalhos realizados.


A apresentação, comentário e discussão de obras de referência nos domínios da arte generativa e da arte interativa garantem a sensibilização e aptidão dos estudantes para identificarem obras produzidas nestes domínios. A prática com novas ferramentas computacionais e algoritmia e a exploração de sistemas de computação física e de visão por computador asseguram que os estudantes possam reconhecer e compreender os processos e estratégias escolhidos por outros autores, compreender a programação de sistemas artísticos generativos, bem como seleccionar e utilizar os meios adequados à construção de interfaces para sistemas artísticos interativos. A produção de experiências básicas nos campos da arte generativa e da arte interativa permitem a expansão da competência dos estudantes para pensar nestes dois campos.


A metodologia de ensino consiste em: sessões de exposição e experimentação prática dos conceitos e técnicas elencados nos conteúdos programáticos; sessões de apresentação dos enunciados das propostas de trabalho; sessões de acompanhamento do desenvolvimento e da execução das respostas dos estudantes aos enunciados; sessões de apresentação preliminares, intermédias e finais – entre pares – para discussão comentário e avaliação dos projectos, da sua pesquisa, execução e apresentação.


No decorrer do semestre os estudantes respondem a 3 enunciados de trabalho, um primeiro enunciado no âmbito da arte generativa, um segundo enunciado no âmbito da arte interativa e um terceiro enunciado auto-direcionado pelo próprio estudante.


Software

Arduino IDE
Processing
Max

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 30,00
Trabalho prático ou de projeto 70,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de projeto 60,00
Estudo autónomo 42,00
Frequência das aulas 60,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Presença a um mínimo de 75% da aulas e avaliação positiva do trabalho desenvolvido.

Fórmula de cálculo da classificação final

Trabalhos realizados pelos estudantes (Potência Estética, Robustêz, Domínio Técnico) 75% , apresentação e documentação dos trabalhos realizados pelos estudantes 25%.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-12-07 às 23:26:13 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias