Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > MM211

Modelação e Moldagem

Código: MM211     Sigla: MM

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Artes Plásticas/Escultura

Ocorrência: 2019/2020 - 2S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Artes Plásticas
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Artes Plásticas

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
AP 22 Plano de estudos oficial 2011 2 - 4,5 64 121,5
3
4

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
António Rui Ferro Moutinho Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 1 4,00
António Rui Ferro Moutinho 4,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

A UC marca como objectivo geral primordial difundir os procedimentos básicos da tecnologia da modelação, explorando-os na especificidade da representação da figura humana, partindo de modelo vivo. Pretende esclarecer os estudantes da relação de interdependência de estruturação tridimensional e desenho, de luz e volume, de corpo e espaço, na criação de peças artísticas modeladas de representação da figura humana.
Outros objectivos gerais serão:
- Aperfeiçoamento da acuidade visual e capacidades analíticas/sintéticas do volume, do espaço e da escala;
- Consciencialização sensorial das formas no espaço tridimensional;
- experimentação dos princípios gerais de composição da escultura;
- experimentação dos processos de modelação de figura humana, em barro hidratado com água, partindo da observação de modelo vivo;
- experimentação de processos de moldagem tradicionais, associados ao campo artístico, e aplicados na reprodução de Modelos modelados;
- Reflexões e análises críticas sobre os universos da Modelação e Moldagem no contemporâneo;
- Competência de investigação, comunicação e inovação (recolha, seleção e tratamento personalizado de informação);
- Capacidade de gestão de recursos (espaço de trabalho, equipamento e materiais).
Como objectivos específicos serão apontados:
- reconhecer os processos de modelação como espaço de liberdade associado ao desenho, à experimentação volumétrica e ao transitório na escultura, enquanto apontamento de volume e escala;
- aprofundar conhecimentos sobre processos de modelação e moldagem, suas matérias e ferramentas de apoio e suas interdependências metodológicas com outras áreas de produção;
- aprofundar conhecimentos sobre a estruturação de volumes e sua relação espacial;
- consciencialização e exploração de uma linguagem própria no fazer da modelação;
- aprofundar conhecimentos sobre anatomia humana artística, ao nível da osteologia e miologia;
- Reflexão entre espaço positivo e negativo, forma e molde, modelo e reprodução;

Resultados de aprendizagem e competências

A UC promove um conjunto de propostas que relaciona o estudante com o fazer ligado aos processos de modelação instigando-o a conquistar os seus resultados, num ambiente propício e com apoio específico, de modo sistematicamente mais autónomo. Isto é, desde a preparação da matéria, à organização das estruturas necessárias, à execução dos esboços, bem como, controlo das volumetrias às escalas determinadas, seu refinamento e acabamento final. A procura e consciencialização de um registo próprio nos processos de modelação, uma linguagem individual, será o resultado último desta UC. Os estudantes serão também introduzidos às questões básicas dos processos de moldagem, enquanto área de apoio à conquista de resultados perenes do processo de modelação. Também serão apoiados na realização dos processos de moldagem na sua integral complexidade de passos interligados.
A UC baseará o seu foco temático na exploração da representação da figura humana partindo de sessões com modelo vivo e apoio de referentes tridimensionais. O estudante desenvolverá uma investigação sistemática da representação tridimensional da figura humana, partindo do relevo até ao vulto redondo, da totalidade do corpo ao fragmento, do estudo de movimento ao retrato. Os Resultados da aprendizagem desta UC ficarão plasmado maioritariamente em peças finalizadas em gesso conquistadas por processos de moldagem.
Espera-se assim que os estudantes adquiram as seguintes competências:
- capacidade de idealização, produção e finalização de obra artística, partindo da modelação, dos processos e matérias que se lhe associam, e da relação de trabalho com modelo vivo;
- capacidade de execução de diversos processos de modelação associados ao barro hidratado com água;
- manipulação, controlo e elaboração das matérias de modelação e moldagem, segundo os objectivos do trabalho a executar;
- capacidade de selecção e execução de diversos processos tradicionais de moldagem sobre modelos modelados;
- Compreensão da relação de interdependência entre processos de modelação e desenho;
- Compreensão da importância da estrutura para a representação do volume;
- Compreensão da importância da luz para a leitura do volume;
- investigação, enquadrada no universo das práticas artísticas contemporâneas, dos processos de modelação e moldagem, sua evolução histórica e actuais aplicações;
- capacidade de reconhecimento, caracterização e relacionamento dos principais elementos da estrutura humana, constantes da anatomia artística, ao nível da osteologia e miologia;
- investigação, enquadrada no universo das práticas artísticas contemporâneas, da representação de figura humana, sua evolução histórica e actuais aplicações;
- Compreensão da importância do conhecimento sobre o referente para a síntese de linguagem pessoal;

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Não são necessários pré-requisitos para cumprir os objectivos da UC, mas os resultados e as competências que obviamente se pretendem inscrever na investigação e questionamento do campo artístico contemporâneo, devem estar apoiados pela capacidade e gosto pelo desenho.

Programa

A UC Modelação e Moldagem explorará, a relação pragmática e de interdependência entre modelação e moldagem, para que o estudante possa sedimentar conhecimentos básicos, mas fundamentais para apoiar outros níveis de investigação, quer do conjunto que formam, quer de cada uma enquanto actividade singular.
Princípios fundamentais, metodologias, processos, técnicas e matérias do fazer da modelação e da moldagem, no âmbito da escultura e na criação plástica tridimensional em geral, serão explorados através de um conjunto de propostas baseadas exclusivamente na representação da figura-humana. Este enquadramento explorará os desenvolvimentos da aplicação e gestão dos métodos operativos e construtivos das práticas da modelação e da moldagem desde o início do século XX até à contemporaneidade.
Ao nível da modelação, pretende-se experimentar, através de um processo construtivo essencialmente por adição de matéria, de dentro para fora e do geral para o particular, a manipulação, a transformação e a estruturação de barro hidratado por água, como matéria-prima ideal. O conjunto de exercícios propostos, orientam o estudante na conquista e organização das formas tridimensionais no espaço, onde valências como escala, proporções, relações internas/externas e interligação de volumes tornam-se elementos de composição cruciais para o desenvolvimento do estudo em causa. Bem como, a compreensão da intrínseca relação da modelação com o desenho, com a luz, com o tempo e o corpo próprio.
Ao nível da moldagem, pretende-se experimentar um conjunto básico e clássico de processos e matérias-primas que permitirão ao aluno dar outra consequência aos exercícios realizados por modelação. Ambiciona-se descodificar as relações básicas da criação de moldes sobre modelos modelados e a fundição de matérias dentro de moldes, recorrendo maioritariamente à manipulação dos gessos.
O conjunto de propostas pretende ser promotor de um espaço de investigação de expressão plástica individual, mas também, de reflexão sobre a arte contemporânea e sua relação com representação da figura-humana, original e múltiplo, imagem negativa/positiva, repetição e contacto directo com modelo.
O estudante desenvolverá uma investigação sistemática da representação tridimensional da figura humana, partindo do ver, sentir, desenhar, em relevo, em vulto redondo, da totalidade do corpo envolvendo estudos de movimento, em pequena escala, da totalidade do corpo em média escala, do fragmento em escala natural, do estudo da cabeça para estudos de retrato.
O estudante compreenderá o desenho enquanto prática integrada no fazer da modelação. Isto é, do desenho à matéria e a matéria como desenho. E ainda, a ligação entre o desenho e o espaço, na escultura. A tradução da realidade, conscientemente organizada, pela ligação entre os nossos mecanismos de ver formas e volumes e o conhecimento das suas estruturas e da sua composição no espaço.

Bibliografia Obrigatória

Ferro Rui; Processos de Moldagem na FBA.UP
Gsell, Paul ; L'Art, August Rodin. Entretiens Reùnis par Paul Gsell, Bernard Grasset, Éditeur, 1911
Lanteri, ED; Modelling, a guide for teachers and students, Chapman & Hall, ltd., 1902

Bibliografia Complementar

Clérin Philippe; La sculpture. ISBN: 2-04-021806-8
Collins Judith; Sculpture today. ISBN: 978-0-7148-4314-8
Hughes Anthony 340; Sculpture and its reproductions. ISBN: 18-61890-02-8
Krauss Rosalind E.; Passages in Modern Sculpture. ISBN: 0-262-61033-7
Mills John W.; Encyclopedia of sculpture techniques. ISBN: 0-7134-8930-8
Paris Ministère de la Culture et de la Communication; La^sculpture
Percy H. M.; New materials in sculpture
Tucker William; The Language of sculpture. ISBN: 0-500-27104-6
Rich Jack C.; The materials and methods of sculpture. ISBN: 0-486-25742-8
AA.VV. ; Procedimientos y materiales en la obra escultórica,, Aka, 2009. ISBN: 978-84-460-1805-6
AA.VV. ; Aplicação de materiais de última geração à fundição escultórica com a utilização de molde químico. Emprego de Poliestireno Expandido como molde gaseificável, FBAUL, 2008
Toft, A.; Modelling and Sculpture: a guide to traditional methods, Dover Publications, 2004. ISBN: 0-486-43511-3

Observações Bibliográficas

AA.VV. ; Ensaios sobre reprodutibilidade, FBAUL, 2008

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

A gestão do programa é efectuada mediante um conjunto de exercícios teórico-práticos que visam a cobertura dos Conteúdos acima definidos, tendo como objectivo o desenvolvimento das capacidades que são enumeradas no ponto referente a Objectivos.
Este conjunto de exercícios é coluna vertebral de toda a estratégia pedagógica, uma vez que é em torno de cada um deles que são mobilizadas todas as outras acções, nomeadamente:
1) Apresentação de cada novo exercício, onde numa primeira fase serão desenvolvidos aspectos plásticos e técnicos que os mesmos possam envolver e, numa segunda fase, se estabelece o confronto com exemplos da Arte de épocas diversas e da prática artística contemporânea, mediante os meios disponíveis (projecção de imagens, vídeo ou outros);
2) Visitas de estudo a exposições, museus, oficinas, e outras cujo interesse e oportunidade sejam adequados ás características do exercício em curso ou se traduzam numa mais-valia para a formação artística dos alunos deste nível;
3) Discussão individual ou colectiva dos ante-projectos dos alunos para cada exercício;
4) Discussão individual ou colectiva, centrada nas diversas fases de execução do exercício;
5) Momento colectivo de reflexão e análise critica do conjunto de resultados obtidos no final de cada exercício.
Os alunos serão acompanhados em todas as sessões pelo docente e um técnico e terão oportunidade de recorrer ao espaço e equipamento fora destas sessões com a supervisão do técnico e do docente, quando solicitado.

Palavras Chave

Humanidades > Artes > Belas artes > Artes plásticas > Escultura

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 20,00
Trabalho escrito 20,00
Trabalho laboratorial 60,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 30,00
Frequência das aulas 64,00
Trabalho de investigação 27,50
Total: 121,50

Obtenção de frequência

A Avaliação é distribuída, sendo porém exercida a dois níveis:
Primeiro nível: corresponde à avaliação a que é submetido o resultado de cada exercício concluído, em confrontação com os processos aplicados e o cumprimento dos objectivos;
Segundo nível: avaliação da progressão do aluno ao longo do semestre, perante dossier que o próprio compila, através do qual é possível reconstituir uma visão evolutiva de conjunto.
Sendo assim, a obtenção de frequência a esta Unidade Curricular depende de:
1- participação activa nas sessões de trabalho calendarizadas;
2- cumprimento dos objectivos e resultados pretendidos em cada exercício proposto;
3- entrega de um dossier com a compilação da investigação realizada em termos de matérias e processos, ilustrada pelos resultados obtidos nos exercícios propostos;
4- participação na exposição colectiva dos resultados finalizados na sala da Unidade Curricular, limpa e arrumada;

Fórmula de cálculo da classificação final

1.os resultado de cada exercício concluído são analisados, criticados e classificados em três secções:
- tradução/representação do modelo [correspondendo a 33% da classificação de cada exercício];
- modelação e linguagem [correspondendo a 33% da classificação de cada exercício];
- molde e reprodução [correspondendo a 33% da classificação de cada exercício];
2.o conjunto de exercício propostos corresponde a 60% da classificação final do ano;
3. o dossier de investigação e registo de percurso de trabalho corresponde a 20% da classificação final do ano;
4. a participação diligente nas sessões corresponde a 20% da classificação final do ano;

Provas e trabalhos especiais

Não aplicável 

Trabalho de estágio/projeto

Não aplicável 

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Não aplicável

Melhoria de classificação

Sob frequência da UC no ano seguinte.

Observações

Nos primeiros dias de confinamento, os estudantes foram contactados via email, com sugestão de proposta de trabalho, que permitisse continuação de investigação dos temas ligados à Unidade Curricular, elaborada na perspectiva de poder ser desenvolvida em casa. Com os meios de modelação que cada um pudesse reunir, partindo de informação geral exposta em anatomias artísticas e outras fontes de informação, nomeadamente, digitais, realizar representação do corpo humano integral. Para além de informação específica, foi informado aos estudantes que:

  • Não seria esperado um resultado específico, que não o estudo individual, o mais sistemático possível, da osteologia e miologia geral do corpo Humano que, seria algo que sentiriam necessidade de fazer no percurso da investigação prática na UC de M&M;
  • Este estudo proporcionará ao estudante, sem outras dependências, apenas com o acompanhamento docente à distância e a literatura cedida na Página da UC, no Sigarra, um maior conhecimento do tema que a UC de M&M trabalha – representação de figura humana a partir de modelo real;
  • Associar uma produção tridimensional, segundo “…os meios de modelação que cada um possa reunir…”, deve-se à consciência que, para a representação tridimensional da informação sobre osteologia e miologia geral do corpo Humano, não bastará conceptualizá-la, será necessário coloca-la no espaço.
  • Este exercício não poderia ter carácter obrigatório, compreendo-se perfeitamente todas as restrições que não permitiriam a sua realização, nem em conforto e, talvez até, nem em propriedade;

Pelo alongar do confinamento, pela realização da proposta, por parte de um núcleo de estudantes, perante a necessidade de rematar o ano lectivo, segundo as condições existentes, os estudantes inscritos na UC, foram consultados em relação à possibilidade de cumprimento desta, fora do regime presencial e do estabelecido no Sigarra
Depois de analisada e discutida a situação, com os estudantes participantes nos encontros via ZOOM, promovidos síncronos com o horário da UC, ficou acordado o seguinte:

1º - a Unidade Curricular de Modelação e Moldagem será cumprida, nas condições de distancia e comunicação digital, por interesse de todos, acordado novo processo de funcionamento, calendário e itens de avaliação;

2º- os estudantes realizam a proposta referida, segundo as condições que possam reunir em suas casas, e relatarão os resultados num documento específico, sendo acompanhados semanalmente pelo docente, quer em sessões de aula síncronos, através de encontros ZOOM, quer por email e outros meios de comunicação disponíveis;

3º- A UC prolongar-se-á até 15 de Julho, data de fecho e entrega de pautas e termos, tendo sido marcado dia 1 de Julho para entrega de relatórios e, 8 de Julho para Auto-avaliação e discussão de classificação. Reservou-se as duas últimas semanas de Julho, para a eventual possibilidade de marcação de workshop de modelação com modelo vivo, sem interferência nas classificações dos estudantes inscritos na UC de Modelação e Moldagem;

4º- Os Itens de Avaliação da UC de Modelação e Moldagem e sua correspondente percentagem para a classificação do estudantes, serão: trabalho presencial AC [30%]; proposta EàD [40%]; Relatório [30%];

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2024-06-13 às 18:05:31 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias