Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > MP411

Metodologia de Projecto

Código: MP411     Sigla: MP

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Artes Plásticas

Ocorrência: 2015/2016 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Artes Plásticas
Curso/CE Responsável: Artes Plásticas

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
AP 84 Plano de estudos oficial 2011 4 - 6 51 162

Docência - Horas

Teorico-Prática: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 3 9,00
Teresa Maria Castro de Almeida 3,00
Cristina Manuela Vaz Rainha Mateus 3,00
Susana Maria Clemente dos Santos Piteira 3,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

• Contribuir para a perspectivação crítica e a consolidação dos projectos individuais de cada estudante;
• Valorizar as metodologias experimentais associadas ao trabalho em estúdio;
• Complementar o trabalho desenvolvido na UC de Projecto e noutras áreas curriculares;
• Confrontar e discutir diferentes noções de autoria no campo das artes plásticas;
• Desenvolver instrumentos de análise, individuais e de grupo;
• Estimular a reflexão crítica sobre as práticas artísticas contemporâneas.

• Estabelecer pontes e contaminações entre a escola e a realidade exterior.

Resultados de aprendizagem e competências

Enunciado dos Objetivos e Programa

Modo de trabalho

Presencial

Programa

A UC de Metodologia de Projecto vem preencher um espaço que se situa entre o trabalho de estúdio e o tipo de discussão mais habitual em seminários académicos.
Sem prejuízo de outras opções, a UC será organizada em torno da visita de artistas à escola para falarem sobre os seus processos de trabalho ou então, sempre que possível, através de visitas aos seus locais de trabalho. Pontualmente poderão ser organizadas outras visitas no exterior, sempre com a intenção de discutir e expor as diferentes modalidades encontradas pelos artistas para organizarem o seu trabalho, umas vezes tomando em mãos um controlo apertado sobre todas as etapas do processo, outras delegando ou distribuindo essas tarefas. Tendo como centro as expectativas e os interesses de cada estudante, espera-se criar assim um espaço de discussão sobre os diferentes modos de acção e os vários papéis assumidos pelos artistas no interior e no exterior do sistema das artes.
Não sendo possível responder de uma única forma à pluralidade dos regimes processuais e metodológicos da prática artística, e não se tratando, por outro lado, de ocupar o espaço que pertence por natureza à UC de Projecto, o recurso ao discurso directo por parte de artistas ou grupos de artistas é uma escolha programática que pretende oferecer um contacto o mais próximo possível com a fenomenologia do fazer artístico, sublinhando assim, entre outros aspectos, o facto inegável de que arte é indissociável da materialidade da sua prática. A UC de Metodologia de Projecto será assim centrada na experiência e nos interesses de cada estudante, factores que poderão depois ser multiplicados (ou divididos) pelas várias experiências trazidas por cada um dos convidados, assim se explicando que mais do que de metodologia se falará das muitas metodologias — umas vezes complementares, outras contraditórias, incoerentes ou até absurdas — que caracterizam o regime experimental das artes plásticas.

Bibliografia Obrigatória

Sylvester David; Interviews with Francis Bacon. ISBN: 0-500-27057-0
Judd Donald; Complete writings 1959-1975. ISBN: 0-919616-42-9
Serra Richard; Writings interviews. ISBN: 0-226-74880-4
Cabanne Pierre; Dialogues with Marcel Duchamp. ISBN: 0-500-60001-5
AAVV; Pressplay: Contemporary Artists in Conversation, Phaidon Press, 2005. ISBN: 978-0714845333
Obrist, Hans Ukrich; Hans Ulrich Obrist: Interviews, Edizioni Charta. ISBN: 2003

Observações Bibliográficas

A lista em cima, meramente indicativa e de carácter genérico, encontra-se limitada devido às falhas no acervo da biblioteca.
Bibliografia mais específica será sugerida em função dos projectos individuais de investigação e da lista de convidados.

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Os métodos de ensino a utilizar podem ser assim resumidos:
• Sessões com artistas convidados (internos e externos) a terem lugar nas instalações da escola.
• Sessões no exterior com artistas convidados.
• Outras aulas teórico-práticas com recurso a meios audiovisuais, textos e outros.
• Visitas de estudo a exposições, participação em colóquios e outras actividades organizadas no exterior.
• Utilização de plataformas digitais para a discussão e partilha de informação.
• Visitas de estudo a exposições, participação em colóquios e outras actividades organizadas no exterior.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 20,00
Trabalho escrito 80,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Frequência das aulas 0,00
Trabalho de investigação 0,00
Total: 0,00

Fórmula de cálculo da classificação final

Assiduidade/participação: 20%
Trabalho de investigação: 80%

Provas e trabalhos especiais

Cada estudante terá de realizar um trabalho individual de investigação, com um mínimo de 3500 palavras, de acordo com as metodologias e orientações indicadas em aula.
O âmbito e a natureza destes trabalhos estão sujeitos a aprovação prévia pelo respectivo docente de cada uma das duas turmas.
A data limite para a sua entrega é o dia 15 de Janeiro de 2015 (entrega em mão na aula prevista para esta data).

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-05-20 às 12:30:52 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais