Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > 474 JACARÉ-COPACABANA: o projeto de uma linha

474 JACARÉ-COPACABANA: o projeto de uma linha

Título
474 JACARÉ-COPACABANA: o projeto de uma linha
Tipo
Tese
Ano
2022-11-08
Autores
Gabriel Weber de Almeida de Paula e Silva
(Autor)
FAUP
Ver página pessoal Sem permissões para visualizar e-mail institucional Pesquisar Publicações do Participante Sem AUTHENTICUS Sem ORCID
Classificação Científica
FOS: Humanidades > Artes
Instituições Associadas
FAUP - Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto
Outras Informações
Resumo (PT): “Normalmente, os motoristas gostam de dirigir em dias sem chuva. Conosco ocorre o contrário: adoramos dirigir quando está chovendo, pois trabalhamos sem estresse.”1 O 474 [lê-se quatro sete quatro] é uma linha de ônibus do Rio de Janeiro que conecta o bairro do Jacaré - um dos mais violentos e miseráveis da cidade - a Copacabana e Ipanema - zonas ricas e turísticas. Desenhada como meio de alimentar o Centro e a Zona Sul com trabalhadores baratos, a linha assume um caráter subversivo nos fins de semana ao ser apropriada como meio de acesso à praia pelos moradores dos bairros pobres. Conhecida na cidade como a linha do inferno, o 474 adquiriu o status de mito urbano. Competeria a ele a origem do caos e da insegurança que perturbam a tranquilidade da praia das pessoas de bem. O grande número de assaltos que ocorre nos dias de sol é responsável por um lastro de suspeita, plataforma para discursos discriminatórios que criminalizam o acesso das populações marginalizadas à praia. Este trabalho tem por proposta revelar e registrar as dinâmicas e processos de partição e porosidade de uma porção do Rio reduzida ao crime em suas representações. Através de diferentes formas de desenho pretende-se apresentar a linha para além do caratér unidimensional da união de dois pontos na cidade. A dissertação defende assim o 474 como um sistema de tempos e espaços, significante das desigualdades de acesso à estrutura de lazer do Rio. Reconhecendo os limites da Arquitetura e a necessária articulação disciplinar com outras áreas de estudo, como a Sociologia e Antropologia, o trabalho investiga as possíveis contribuições das ferramentas do pensamento de projeto sobre o reconhecimento e denúncia da dimensão espacial das desigualdades sociais.
Abstract (EN): “Usually, drivers like to drive on days without rain. With us the opposite happens: we love to drive when it’s raining, ‘cause we know we’ll work without stress.” The 474 [read quatro sete quatro] is a bus line of Rio de Janeiro that connects Jacaré - one of the most violent and miserable neighborhoods in the city - to Copacabana and Ipanema - rich and touristic zones. Conceived primarily as a mean to feed downtown and the South Zone with cheap workers, the line assumes a subversive character when it is appropriated as a vector by the poors to go to the beach in the weekends Baptized as hell’s line, the 474 has acquired the status of an urban myth. It would rely on it the responsibility of the chaos and insecurity that disturbe the tranquility of the decent folks. The large amount of robberies that occurs on a sunny day is responsible by a path of terror that serves as plataform for discriminatory speeches criminilizing the access of the marginalizated population to the beach. This work intends to reveal and register the dynamics and processes of partition and porosity of a fraction of Rio reduced to crime in its representations. Through different forms of drawing, it is intended to present the line beyond the one-dimensional character of the union of two points in the city. The dissertation thus defends the 474 as a system of spaces, significant of uneven access to Rio’s leisure structure. Recognizing the limits of Architecture and the necessary disciplinary articulation with other areas of study, such as Sociology and Anthropology, the work aims to investigate the possible contributions of design thinking tools on the recognition and denunciation of the spatial dimension of social inequalities.
Idioma: Português
Documentos
Nome do Ficheiro Descrição Tamanho
Dissertação_Gabriel Almeida 474 Jacaré – Copacabana: O projeto de uma linha 120270.81 KB
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2023 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2023-01-29 às 05:50:25 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias