Saltar para:
Logótipo
Comuta visibilidade da coluna esquerda
Você está em: Início > Publicações > Visualização > Construir na Ruína. A propósito da cidade romana de Conimbriga

Construir na Ruína. A propósito da cidade romana de Conimbriga

Título
Construir na Ruína. A propósito da cidade romana de Conimbriga
Tipo
Tese
Ano
2008
Classificação Científica
FOS: Humanidades > Artes
CORDIS: Humanidades > Artes
Instituições Associadas
FAUP - Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto
FAUP - Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto
Outras Informações
Resumo (PT): No presente estudo procuramos identificar a especificidade do património arqueológico, isto é, as características que parecem condicionar a intervenção arquitectónica neste âmbito, o de construir na ruína. A ruína constitui, assim, o objecto de uma investigação que se centra num período histórico específico: a arquitectura romana. Na primeira parte do trabalho, a investigação desenvolve-se em torno de quatro questões principais, cuja pertinência e operatividade se procura pôr à prova posteriormente, através da análise de casos concretos: qual o interesse em estudar a ruína, fragmento de arquitectura do passado; qual o papel do arquitecto no processo de descoberta e interpretação da ruína; qual a especificidade do património arqueológico, da ruína; finalmente, como se caracteriza a intervenção do arquitecto na ruína. Na segunda parte do trabalho, são analisados os exemplos seleccionados: Mérida, Sagunto e Conimbriga. Em Mérida, analisamos as intervenções no Teatro Romano; no Templo do Fórum Municipal, mais tarde reintegrado no Palácio de Los Corbos, de cariz renascentista; bem como o Museu de Arte Romana de Mérida, projectado por Rafael Moneo, edifício construído de raiz, sobre vestígios romanos existentes. Em Sagunto, analisamos as intervenções no Teatro Romano, sujeito a sucessivas etapas de reconstrução mimética, até ser objecto de uma operação de reabilitação, promovida por Giorgio Grassi e Manuel Portaceli; os mesmos arquitectos que realizaram um projecto para o Fórum Romano, também analisado, com objectivos e resultados bem distintos. Em Conimbriga, analisamos as intervenções até hoje realizadas, bem como o processo que levou à construção e posterior ampliação do museu monográfico. Também em Conimbriga, principal caso de estudo, procuramos recolher, sistematizar e analisar a documentação produzida até então, avançando com algumas possibilidades de interpretação, expressas em desenho, para alguns sectores da cidade e para alguns edifícios. No final apresentamos uma síntese, evocação das conclusões provisórias que fomos construindo ao longo da investigação, confrontando as diversas características dos exemplos estudados, em função dos principais temas e problemas levantados.
Abstract (EN): In this study we try to identify the particularities of the archaeological patrimony, meaning, the characteristics that seem to condition the architectonical intervention in this field, construir na ruína (the act of building in the ruin). The ruin is thus the object of an investigation centred in a specific historical period: roman architecture. In the first part of this work, the investigation is developed within four main questions of which relevancy and operability we try to test further on by analysing specific cases: what interest is there in studying the ruin, a fragment of past’s architecture; what’s the role of the architect in the process of finding and interpreting the ruin; what is the specificity of the archaeological patrimony, of the ruin; finally, how the architect’s intervention in the ruin is characterized. In the second part of the work, the selected examples are analysed: Mérida, Sagunto and Conimbriga. In Mérida, we analyse the interventions in the Roman Theater; in the Municipal Forum Temple, later on reintegrated in the Los Corbos Palace with renascence characteristics; as well as the Mérida Roman Art Museum , projected by Rafael Moneo, which was build over existing roman remains. In Sagunto, we analyse the interventions in the Roman Theatre, which suffered successive mimetic reconstruction stages, until the rehabilitation operation promoted by Giorgio Grassi and Manuel Portaceli; the same architects who did a project for the Roman Forum, also analysed, with quite different objectives and results. At Conimbriga, we analyse the interventions made until the date, as well as the process that lead to the building and further extension of the monographic museum. Also at Conimbriga, the main case study, we tried to gather, systematize and analyse the documentation produced until then, advancing some possibilities of interpretation, expressed in drawing, for some sectors of the city and for some buildings. In the end we present a summary, an evocation of the provisional conclusions that were built during the investigation, confronting the different characteristics of the suited examples, according to the main themes and problems rose.
Idioma: Português
Tipo (Avaliação Docente): Científica
Nº de páginas: 445
Tipo de Licença: Clique para ver a licença CC BY-NC
Documentos
Nome do Ficheiro Descrição Tamanho
TeseDoutP_A Resumo 592.56 KB
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-11-30 às 17:03:46 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias