Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > 400405

Construção 3

Código: 400405     Sigla: 400405

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
CNAEF Arquitectura e construção
CNAEF Arquitetura e construção sem definição precisa

Ocorrência: 2021/2022 - A Ícone do Moodle

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Tecnologia da Construção (TC)
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Arquitetura

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIARQ 162 MIARQ 4 - 9 -

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Maria Clara de Carvalho Pimenta do Vale Regente

Docência - Horas

Teórica: 1,50
Orientação Tutorial: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 1,50
Maria Clara de Carvalho Pimenta do Vale 1,50
Orientação Tutorial Totais 8 16,00
Maria Clara de Carvalho Pimenta do Vale 4,00
Ana Isabel da Costa e Silva 6,00
José Miguel Lobo Almeida 6,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

a) Promover a compreensão do objecto como corpo físico edificado na perspectiva de transformar o discurso sobre os materiais e os sistemas construtivos numa componente essencial do processo de Projecto.
b) Desenvolver a capacidade de entendimento da aproximação entre as ideias de Arquitectura e Construção.
c) Aprofundar os conhecimentos adquiridos nos anos anteriores relativos a materiais e sistemas construtivos, desenvolvendo a qualificação técnica do desenho.
d) Valorizar os meios de comunicação à Obra, na perspectiva da integração operativa dos conhecimentos adquiridos na prática do Projecto.
e) Identificar a disciplina com a prática do Projecto Integrado, cruzando as informações dos projectos de especialidades complementares, na óptica da interdisciplinaridade que informa o acto criativo como processo de síntese.

Resultados de aprendizagem e competências


No que se refere à incidência da aprendizagem na prática projectual procurar-se-á que se tornem evidentes dois aspectos complementares cuja aparente contradição só o exercício disciplinado do Projecto será capaz de esclarecer:
a) A definição de limites razoáveis na elaboração do Projecto.
b) A Construção como estímulo para a criação formal.
O aluno deverá desenvolver a capacidade de integrar de modo operativo no trabalho prático os conhecimentos e as informações colhidos na disciplina de Construção, assumindo o desenvolvimento do Projecto como um processo abrangente.

Se o desenho é a vontade de Forma e a Construção é um meio de objectivar essa vontade, então a aprendizagem não poderá ser medida apenas pelo conjunto de aquisições teóricas mas sim, e sobretudo, pelo modo como as mesmas são assimiladas no acto criativo - o Projecto.
Assim, a avaliação, que se pretende contínua, incidirá sobre a participação activa nos tempos de aula e nos exercícios lançados no âmbito da disciplina, mas também sobre o modo como nos trabalhos de Projecto se reflecte a compreensão da matéria abordada nas aulas teóricas.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

a) TEMPO TEÓRICO

Reenquadramento e aprofundamento da matéria abordada na área das disciplinas de Construção dos anos precedentes, na óptica da interacção com a prática de Projecto

Disciplina e regra na prática do projecto - a aproximação entre as ideias de Arquitectura e Construção
- Programa, Espaço, Forma e Construção
- A Luz - sua importância na modelação dos espaços
- Análise crítica de modelos construídos

Princípios da Física das Construções - os materiais e suas propriedades
- Agentes exteriores e interiores que interferem no comportamento de um edifício
- Os materiais de construção - suas propriedades físicas e químicas
- Comportamento higrotérmico - noções gerais
- O controlo da incidência solar como meio operativo do projecto

Constituição básica da envolvente construtiva de um edifício
- Pavimentos, paredes e coberturas – estabilidade, humidades, térmica e acústica.
- Tipos de fundações e pavimentos – contacto com o solo e contenção periférica
- Tipos de paredes e coberturas – componentes e detalhes.

Detalhes particulares de um edifício
- Vãos exteriores - desenho de pormenor de caixilharias, sistemas de protecção e de sombreamento
- Desenho de interiores – detalhes construtivos (divisórias, escadas, rampas, portas, armários, instalações sanitárias e outras, etc)

Desenho de espaços exteriores – pormenorização construtiva (pavimentos, escadas e muros)

Técnicas de construção
- Noções de sistema, lógica construtiva e modulação
- Processos de produção e montagem em obra - seus reflexos no projecto
- Racionalização de processos - a tradição e as técnicas disponíveis
- Pré-fabricação ligeira e pesada - a persistência da artesanalidade do desenho

Prática do projecto integrado
- Interdisciplinaridade do projecto de arquitectura
- Concepção estrutural como indissociável da concepção formal
- Gestão do processo em articulação com as especialidades
- Posicionamento face à regulamentação aplicável
- Projecto e obra: princípios da organização do processo e comunicação à obra
- Bases para a elaboração de especificações técnicas da obra

- Recolha e sistematização de informação técnica de apoio a projecto

b) TEMPO PRÁTICO

O trabalho a desenvolver nas aulas práticas, realizado em coordenação com a disciplina de Projecto, abrangerá os seguintes aspectos do desenho de edifícios:
1- Concepção estrutural e infraestrutural.
2- Definição construtiva da envolvente.
3 -Detalhes mais significativos de interior e exterior.



Bibliografia Obrigatória

Abalos Inaki; Tecnica y arquitectura en la ciudad contemporânea, 1950-1990. ISBN: 84-86763-74-6
Allen Edward; How buildings work. ISBN: 0-19-509100-0
Avellaneda Jaume, Paricio Ignacio; Los revestimientos de piedra, Bisagra, 1999. ISBN: 84-923125-5-6
Deplazes Andrea 340; Constructing architecture. ISBN: 978-3-7643-8631-3
Detail; review of architecture + construction details, Detail publisher. ISBN: 0011-9571
Ford Edward R.; The details of modern architecture. ISBN: 0-262-56201-1 978-0-262-56202-7
Frampton Kenneth; Estudios sobre cultura tectónica. ISBN: 84-460-1187-5
Freitas Vasco Peixoto de 340; Humidade em paredes de edificios. ISBN: 972-752-021-9
Fumadó Joan LLuís, Paricio Ignacio; El tendido de las instalaciones, Bisagra, 1999. ISBN: 84-923125-8-0
González Jose Luis, Casals Albert, Falcones Alejandro; Claves del construir arquitectónico, Gustavo Gili, 2008. ISBN: 9788425218651
Jansá Ribera J. M; Detalles constructivos para puertas y ventanas, Editores técnicos asociados, 1975. ISBN: 8471461641
Le Corbusier; Le modulor. ISBN: 2-904-833-01-3
Meiss Pierre von; De la cave au toit. ISBN: 2-88074-232-3
Moita Francisco; Energia Solar Passiva, Argumentum, 2010. ISBN: 9789728479732
Neufert Ernst; Arte de projectar em Arquitectura. ISBN: 84-252-1900-0
Pallasmaa Juhani; The thinking hand. ISBN: 978-0-470-77929-3
Paricio Ignacio; Las claraboyas. ISBN: 84-923125-5-6
Paricio Ignacio; La construcción de la arquitectura
Paricio Ignacio; Las cubiertas de chapa. ISBN: 84-923125-7-2
Paricio Ignacio; La fachada de ladrillo. ISBN: 84-923125-1-3
Reid, D. A. G; Princípios de construcción, Gustavo Gili, 1980. ISBN: 84-252-1013-5
Schmitt Heinrich; Tratado de construcción. ISBN: 84-252-1729-6
Paricio Ignacio; La protección solar. ISBN: 84-923125-3-X
Silver Pete, McLean Will; Structural engineering for architects - a handbook, Paperback, 2014
Tectónica; monografías de arquitectura tecnología y construcción, várias, ATC ediciones. ISBN: 1136-0062

Bibliografia Complementar

Abrantes Vítor; O Isolamento térmico da envolvente dos edifícios face ao regulamento (RCCTE). ISBN: 972-95969-0-5
Aroso Maria Helena; Estudo das pontes térmicas na envolvente dos edifícios, FEUP, 1987
Berthier J; Diffusion de vapeur au travers des parois - Condensations, CSTB, 1980
Banham Reyner; Theory and design in the first machine age. ISBN: 0-85139-632-1
Canha da Piedade A., Rodrigues A. Moret, Roriz Luís ; Climatização em edifícios, envolvente e comportamento térmico, Orion, 2002. ISBN: 972-8620-00-4
Chudley Roy, Greeno Roger; Construction Technology, Pearson, 1995. ISBN: 978-0-13-128642-0
Castro Villalba António; História de la construcción arquitectónica. ISBN: 84-7653-559-7
Daza Ricardo; Looking for Mies. ISBN: 3-7643-6238-3
Farrelly Lorraine; Construction + materiality, Ava publishing, 2009. ISBN: Ava publishing
Freitas Vasco Peixoto de; Isolamento térmico de fachadas pelo exterior, APCMC n.º 13, 1987
Freitas Vasco Peixoto de 340; Manual de apoio ao projecto de reabilitação de edifícios antigos. ISBN: 978-972-99918-7-5
Gomes Ruy José; Registos gráficos de dados climáticos em Locais de territórios portugueses, LNEC, 1970
Lauber Wolfgang; Tropical Architecture, Prestel, 2005. ISBN: 3-7913-3135-3
Leupen Bernard 070; Design and analysis. ISBN: 90-6450-259-5
LNEC; Coberturas de edificios, 1976
Lucas José A. Carvalho ; Exigências funcionais de revestimentos de paredes, LNEC, 1990. ISBN: 972-49-1508-5
Meiss Pierre von; De la forme au lieu. ISBN: 2-88074-105-x
Paricio Ignacio; Construcciones para iniciar un siglo, Bisagra, 2000. ISBN: 84-931320-0-4
Régles de calcul des caractéristiques thermiques utiles des parois de constrution; CSTB, 1977
Santos Carlos A. Pina dos; Coeficientes de transmissão térmica de elementos da envolvente dos edificios. ISBN: 972-49-1374-0
Torroja Eduardo; Razón y ser de los tipos estructurales
Tzonis Alexander 340; Tropical Architecture. ISBN: 0-471-49608-1

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

PROJECTO / CONSTRUÇÃO
Referenciado aos dois campos complementares que correspondem, aliás, à própria caracterização dos tempos pedagógicos, de teoria e de prática, propõe-se um método de ensino que assuma a Arquitectura como uma atitude de síntese, mas necessariamente fundamentada numa sistematização de informação que, procurando privilegiar a compreensão dos fenómenos, sirva de estímulo ao aprofundamento da ideia do projecto, passando inevitavelmente, pelo entendimento da articulação com a prática do Projecto como campo privilegiado de aferição dos resultados pedagógicos.
Em complemento serão desenvolvidas as seguintes acções:
- Contacto directo com obras (visita directa ou reportagens fotográficas)
- Acções de informação com especialistas convidados, na perspectiva de desenvolvimento de um projecto integrado, tendo em conta os seguintes aspectos:
 - Comportamento térmico passivo; - Condicionamento acústico; - Instalações e equipamentos de abastecimento de águas e de drenagem de águas residuais; - Instalações e equipamentos mecânicos (ventilação mecânica, AVAC, sistemas elevatórios, etc); - Instalações eléctricas, dados e telecomunicações, energias renováveis; - Segurança integrada.
- Acções de informação com colaboração de empresas de construção, incluindo divulgação seleccionada de produtos e sistemas.

a)TEMPO TEÓRICO
As aulas teóricas basear-se-ão no desenvolvimento de um programa autónomo, embora sequencialmente estruturado de modo a torná-lo operativo na articulação com a prática do projecto. Nesse sentido, serão de admitir inflexões circunstanciais que o aproximem da temática inerente ao trabalho a elaborar no âmbito daquela disciplina.
O programa, partindo do conhecimento dos materiais, suas propriedades e sistemas construtivos que os integram, procurará expor os conceitos básicos necessários para a compreensão do comportamento dos edifícios.
O estudo deste comportamento incidirá fundamentalmente sobre a envolvente construtiva dos edifícios e os seus principais elementos constituintes (pavimentos, paredes, coberturas e preenchimento de vãos), bem como as infra estruturas que os equipam (instalações mecânicas, Instalações eléctricas, instalações hidráulicas; condicionamento acústico; condicionamento térmico, etc...) abordando de modo integrado os princípios da sua concepção e o modo de execução em obra.
A qualificação destes elementos será sempre referida à configuração do espaço como principal protagonista da experiência arquitectónica.
De cada aula teórica será disponibilizado aos alunos um sumário dos assuntos nela tratados, com indicação da bibliografia que lhe servir de base, complementado por documentação de apoio seleccionada [colocado no moodle da UC].

b)TEMPO PRÁTICO
Nas aulas práticas privilegiar-se-á a identificação e tratamento de questões no âmbito da disciplina, tendo como suporte o trabalho a desenvolver na área de Projecto 4.
Sendo assim, a definição do tema e do faseamento do trabalho é estabelecida, no início do ano lectivo, em coordenação com a disciplina de Projecto 4.
A crítica tenderá a basear-se numa leitura das soluções capaz de conduzir à generalização dos problemas a considerar, procurando simultaneamente manter-se atenta à especificidade do discurso arquitectónico de cada proposta.
Procurar-se-á que, pela articulação da teoria com a prática, se torne evidente que a análise e a síntese são partes complementares de um mesmo processo de aprendizagem que, pelo desenvolvimento da capacidade de leitura das relações entre as partes e o todo, conduza gradualmente à identidade entre o detalhe mais elementar e a ideia de Arquitectura que lhe dá sentido.
Paralelamente, e fundamentalmente no período inicial do ano lectivo, prevê-se o desenvolvimento de trabalhos práticos próprios (de grupo) de carácter analítico ou propositivo.
Será dada particular atenção aos temas relacionados com a prática do projecto integrado, no âmbito de um desenvolvimento do trabalho que inclua componentes estruturais e infraestruturais, tentando reproduzir nas aulas situações inerentes à natureza interdisciplinar da concepção arquitectónica.
Para cumprimento dos objectivos referidos, considera-se desejável a participação dos docentes das disciplinas de Projecto 4, de Construção 3 e de Sistemas Estruturais em aulas práticas conjuntas de apoio ao trabalho de Projecto, sobretudo a partir do momento em que a exigência da interdisciplinaridade comece a surgir no seu desenvolvimento.
Para os alunos não inscritos em Projecto 4 (situação que deverá ser evitada)I prevê-se o desenvolvimento de trabalhos práticos, podendo tomando a forma de pequenos projectos detalhados construtivamente.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Elaboração de projeto 2,00
Frequência das aulas 1,50
Total: 3,50

Obtenção de frequência

Registo mínimo de presenças conforme regulamento do MIARQ, participação activa nas aulas conforme registo do respectivo docente e classificação positiva no trabalho realizado.

Fórmula de cálculo da classificação final

A avaliação será global e contínua ao longo de todo o ano curricular, sendo particularmente tidos em consideração:
a) — a pesquisa e reflexão sobre os aspectos da relação entre espaço, forma e construção.
b) — a utilização e domínio de princípios e lógicas construtivas.
c) - a capacidade de integrar modo operativo as opções construtivas na concepção do projecto.
d) — a qualidade global das soluções apresentadas.
e) — a clareza e rigor na apresentação do trabalho.
g) — a participação e a assiduidade nas aulas, tanto teóricas como práticas.

Na ponderação da classificação final do ano terá considerado o desempenho do aluno no trabalho integrado com a disciplina de Projecto 4, entendendo-se como desejável que a mesma ponderação decorra de uma avaliação conjunta da prestação do aluno no âmbito das disciplinas de Projecto 4 e Construção 3.  

Melhoria de classificação

Nos termos do desenvolvimento de trabalho integrado com a disciplina de Projecto e do sistema de avaliação contínua referido, o processo de melhoria da classificação será obtido, se requerido pelo aluno, unicamente no ano lectivo posterior.

Observações

De acordo com a evolução que se venha a registar da pandemia provocada pela COVID-19, e em função das orientações que venham a ser emanadas pela Direcção Geral de Saúde, poderão verificar-se alterações ao regime de funcionamento dos tempos lectivos presenciais.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2023 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2023-03-24 às 18:20:48 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais | Denúncias