Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FAUP
Você está em: Início > 500505

Teoria 4

Código: 500505     Sigla: 500505

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
CNAEF Arquitectura e urbanismo

Ocorrência: 2014/2015 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Arquitectura (A)
Curso/CE Responsável: Mestrado Integrado em Arquitetura

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIARQ 100 MIARQ 5 - 6 - 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Álvaro António Gomes Domingues Regente

Docência - Horas

Teórica: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórica Totais 1 3,00
Álvaro António Gomes Domingues 3,00

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

 

- identificar padrões dominantes de urbanização, avançando com hipóteses explicativas dos processos que lhes deram origem;

 

- identificar factores de mudança e actores considerados estruturantes para a compreensão dos processos e para o desenho de estratégias de intervenção e regulação urbanísticas.

 

Resultados de aprendizagem e competências


A metamorfose da “cidade ao urbano” arrastou consigo uma crise dupla do urbanismo e das políticas urbanas:

- conhecem-se mal os processos sociais que explicam as formas e processos emergentes de urbanização, os quais são muito diversos consoante a própria diversidade cultural e económica do mundo,

- usam-se estratégias de regulação urbanísticas típicas do Estado-Providência num contexto de globalização, de diminuição do poder regulador do Estado e da importância crescente do liberalismo político e económico.

 

A diversidade dos contextos de urbanização estudados – em Portugal, Europa, USA e BRICs – pretende abrir os horizontes do conhecimento e da polémica.

 

Por outro lado, ao se exercitar a leitura do território urbano ao nível micro-territorial (Projecto V), abre-se uma oportunidade para relacionar processos de escala global com o reconhecimento e a interpretação ao nível local.

 

Finalmente, a apresentação da diversidade dos quadros político-sociais em que se praticam as diversas estratégias e modos de regulação urbanísticas, permite habilitar os alunos com outras ferramentas de conhecimento para:

- problematizar as questões urbanísticas,

- construir estratégias de intervenção,

- conhecer os meios que o Estado e as Políticas Públicas podem usar e as estratégias de parceria com o sector privado,

- entender o urbanismo como política.   

Modo de trabalho

Presencial

Programa

 

6.2.1.5. Conteúdos programáticos:

A. Da cidade ao urbano 

. A “cidade”, polis e civitas: o legado da história do urbanismo e da geografia urbana; formas construídas e formas de organização social; centro, forma e limites.

. A urbanização, urbis: os processos contemporâneos da urbanização; a urbanização extensiva

 Este primeiro bloco de matérias pretende familiarizar os alunos com as grandes rupturas conceptuais da Geografia Urbana. A urbanização extensiva corresponde ao desconfinamento territorial da “cidade” e, ao memso tempo, à grande escala geográfica da urbanização.

B- Exemplos da evolução recente dos processos e formas de urbanização em Portugal e no mundo

 
. O “arquipélago” urbano português

. A urbanização nos BRICs – o exemplo do Brasil (da urbanização da pobreza, aos enclaves de riqueza) 
. Metropolização: as grandes construções urbanas mundiais 


Neste segundo bloco é dada uma especial importância à contextualização dos processos de urbanização, comparando o caso de Portugal com a Europa, os EUA, e os países em vias de desenvolvimento. São também desenvolvidos os temas relacionados com a urbanização e a globalização

C – Urbanização, sociedade e tecnologia 
. A condição tecno-humana; a urbanização enquanto processo d e infraestruturação e de edificação 
. A urbanização como construção social; a diversidade dos contextos sócio-políticos e económicos da urbanização 

. Urbanismo e políticas urbanas 


O último bloco desenvolve os conteúdos relativos à compreensão da urbanização para além da diversidade dos padrões de urbanização. No último ponto – políticas urbanas -, enfatiza-se a diversidade de contextos político-sociais que enquadram as políticas urbanas, com especial incidência no caso de Portugal e da União Europeia.

 

Bibliografia Obrigatória

Ascher François; Metapolis. ISBN: 972-8027-88-3
Graham Stephen; Splintering urbanism. ISBN: 0-415-18965-9
Braden ALLENBY; Daniel SAREWITZ; The Techno-human condition, MIT Press, 2011
Domingues Álvaro; A rua da estrada. ISBN: 978-989-8217-06-6
David MANGIN; La Ville Franchisèe, Editions de la Villette, 2004
Davis Mike; Planet of slums. ISBN: 978-1-84467-160-1

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

 

Aulas teóricas com uma forte componente teórica e conceptual e, ao mesmo tempo, com apresentação e discussão de casos de estudo que permitam ao aluno confrontar a análise teórica com o conhecimento de senso comum.

Tipo de avaliação

Avaliação por exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 100,00
Total: 100,00

Fórmula de cálculo da classificação final


Resultado obtido  - numa escala de 0 a 20 valores - no exame final.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2018 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2018-05-25 às 21:40:35