Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Notícias > Conferência | Índia com Álvaro Siza _FAUP 40 anos . Viagem

Conferência | 'Índia' com Álvaro Siza
_FAUP 40 anos . Viagem

8 de maio de 2021, Sábado, 17h30, videoconferência

O ciclo de conferências 'Viagem' constitui um primeiro momento das acções relativas à reflexão sobre o tema da viagem na construção da escola e da aprendizagem de arquitectura, desafio lançado pelo Comissariado das Comemorações dos 40 Anos da FAUP aos professores Rui Tavares e Ana Sofia Silva.

Olhares atentos sobre a obra de muitos arquitectos revelam a influência das viagens vividas. [...]

Na primeira sessão, sábado, 8 de maio, 17h30, o Arquitecto Álvaro Siza reflectirá sobre a importância da viagem na formação de cada um, e em especial do arquitecto. Acompanhado pelos seus desenhos de viagem, dará o seu testemunho sobre a Viagem à Índia que, em 1985, o Centro Nacional de Cultura organizou com diversas personalidades da cultura portuguesa, e em que participaram os arquitectos Fernando Távora e Álvaro Siza.

Com esta conferência a FAUP pretende também assinalar o dia em que decorre no Porto a 'Reunião de Líderes UE-Índia'. 

A sessão conta com a presença do Embaixador de Portugal na Índia, Carlos Pereira Marques.



© Álvaro Siza


Desenhos de Viagem

Nenhum desenho me dá tanto prazer como estes: desenhos de viagem.
Viajar é prova de fogo, individual ou colectivamente.
Cada um de nós esquece à partida um saco cheio de preocupações, aborrecimentos, stress, tédio, preconceitos.
Simultaneamente perdemos um mundo de pequenas comodidades e os encantos perversos da rotina.
Viajantes íntimos ou desconhecidos dividem-se em dois tipos: admiráveis ou insuportáveis.
Um bom amigo sofre verdadeiramente porque o Mundo é grande.
Jamais poderá permitir-se – diz – repetir uma visita; abala nervoso, crispado, olhos a saltar das órbitas.
Por mim gosto de sacrificar muita coisa, de ver apenas o que imediatamente me atrai, de passar ao acaso, sem mapa e com uma absurda sensação de descobridor.
Haverá melhor do que sentar numa esplanada, em Roma, ao fim da tarde, experimentando o anonimato e uma bebida de cor esquisita – monumentos e monumentos por ver e a preguiça avançando docemente?
De súbito o lápis ou a bic começam a fixar imagens, rostos em primeiro plano, perfis esbatidos ou luminosos pormenores, as mãos que os desenham.
Riscos primeiro tímidos, presos, pouco precisos, logo obstinadamente analíticos, por instantes vertiginosamente definitivos, libertos até à embriaguez; depois fatigados e gradualmente irrelevantes.
Num intervalo de verdadeira Viagem os olhos, e por eles a mente, ganham insuspeita capacidade.
Apreendemos desmedidamente; o que aprendemos reaparece, dissolvido nos riscos que depois traçamos.

Álvaro Siza

01 Textos. Porto: Civilização editora, 2009. (p. 49-50)


Ciclo de conferências | FAUP 40 anos | Viagem

Sessões seguintes

15 Maio | Marta Oliveira, Maria Sofia Santos, João Luís Marques
22 Maio | Rui Tavares, Sergio Fernandez, Duarte Belo
29 Maio | Madalena Pinto da Silva, Alberto Lage

   

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2021 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2021-06-24 às 09:17:00 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais