Saltar para:
Logótipo
Você está em: Início > Notícias > Figura Eminente da U. Porto - 2013: Fernando Távora

Figura Eminente da U. Porto - 2013: Fernando Távora

...

    "Figura Eminente da U. Porto - 2013: Fernando Távora" No âmbito da iniciativa anual "Figura Eminente U. Porto", a Reitoria da Universidade do Porto, a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e a Fundação Instituto Arquitecto José Marques da Silva convergiram na iniciativa de homenagear Fernando Távora no ano de 2013, presente a dimensão da pessoa, do cidadão, do arquiteto, do professor, e a circunstância dos noventa anos sobre a data do seu nascimento. Evocando a figura nas suas várias dimensões, é objetivo da iniciativa a promoção científica, cultural e formativa da sua obra enquanto conhecimento, património arquitetónico, artístico, disciplinar e documental. Evocando a figura nas suas várias dimensões, é objetivo da iniciativa assumir-se como circunstância e contribuição para instalação de uma plataforma de encontro plural, hospitaleira, evolutiva que promova a visita, o estudo, a investigação sobre a particularidade, a originalidade e a pertinência do contributo de Fernando Távora na heterogeneidade da modernidade. Evocando a figura nas suas várias dimensões, é objetivo da iniciativa fazer-se em espaço de comemoração, de projeto, de educação, de participação, convidando e mobilizando à comunidade de energias, de cumplicidades de estudo, de saberes, no desenvolvimento, realização e problematização de ações desenhadas no seu programa. Na perspectiva, esboçou-se como gesto de atenção e de reunião o ciclo de atividades " Fernando Távora, 'minha casa', 'Da Organização do Espaço' - 'Para a Harmonia do nosso Espaço', 'Da Harmonia do Espaço Contemporâneo' " Fase 3 . Programa Janeiro, Fevereiro, Março 2014 _10 de Março de 2014 _18.30 horas_Palacete Lopes Martins Ciclo "Fernando Távora - histórias de vida(s)" Sessão 6, A crítica com Joaquim Vieira, Paulo Varela Gomes, Pedro Bandeira e Raquel Henriques da Silva, numa sessão moderada por Manuel Mendes. _24 de Fevereiro de 2014 _18.30 horas_Palacete Lopes Martins Ciclo "Fernando Távora - histórias de vida(s)" Sessão 5, ...com Alberto Neves, Alexandra Gesta, Alfredo Matos Ferreira, Carlos Martins, Domingos Tavares, Fernando Barroso, Francisco Barata Fernandes e Manuel Real, numa sessão moderada por Manuel Mendes. _10 de Fevereiro de 2014 _18.30 horas_Palacete Lopes Martins Ciclo "Fernando Távora - histórias de vida(s)" Sessão 4: Escola, ensino, educação, com Alexandre Alves Costa, Anni Günther Nonell, Carlos Machado, José Carlos Loureiro, Marta Oliveira, Ricardo Figueiredo, Rui Tavares e Sergio Fernandez, numa sessão moderada por Manuel Mendes. _20 de Janeiro de 2014 _18.30 horas_Palacete Lopes Martins Ciclo "Fernando Távora - histórias de vida(s)" Sessão 3: As exposições , com Alberte Pérez Rodriguez, José António Bandeirinha, Pedro Mendes e Víctor Mestre, numa sessão moderada por Manuel Mendes. _6 de Janeiro de 2014 _ 18.30 horas_Palacete Lopes Martins_casa-sede da Fundação Marques da Silva Ciclo "Fernando Távora - histórias de vida(s)" Sessão 2: Os entrevistadores , com Cristina Antunes, Manuel Graça Dias [parte 1], João Leal, Bernardo Pinto de Almeida, Jorge Figueira e Valdemar Cruz [parte 2], numa sessão moderada por Manuel Mendes. Fase 2 . Programa novembro 2013 janeiro 2014 _25 de Novembro de 2013 _ 18.30 horas_Palacete Lopes Martins_casa-sede da Fundação Marques da Silva Ciclo "Fernando Távora - histórias de vida(s)" Sessão 1: Do homem, da pessoa, da figura, com António Menéres, José Ferrão e Óscar Pires, numa sessão moderada por Manuel Mendes. _Fernando Távora . Conferências _05 dezembro 2013_ 18.30 horas _conferência 1 "Le Corbusier: se puede evitar la revolución", por Juan Lahuerta Auditório Fernando Távora_Faculdade de Arquitectura da U. Porto, Via Panorâmica S/N, Porto _12 dezembro 2013_ 18,30 horas _conferência 2 "Injertos y enraizamientos", por Juan Lluis Trillo Leyva Auditório Fernando Távora_Faculdade de Arquitectura da U. Porto, Via Panorâmica S/N, Porto _12 dezembro 2013_ 19.30 horas instalação-exposição _" Nós " (sobre o projeto-de-arquitetura de Fernando Távora) Galeria da Faculdade de Arquitectura da U. Porto, Via Panorâmica S/N, Porto _12 dezembro 2013_ 19.30 horas Lançamento de publicação _" Fernando Távora, 'minha casa' " lançamento do fascículo 2: "uma porta pode ser um romance" Auditório Fernando Távora, Faculdade de Arquitectura da U. Porto, Via Panorâmica S/N, Porto Fase 1 . Programa Maio a Junho 2013 _23 de Maio de 2013 _ 21.30 horas Sessão Abertura Salão nobre da Reitoria da Universidade do Porto, praça de Gomes Teixeira (aos Leões) - Apresentação - Leitura de textos de Fernando Távora por Jorge Silva Melo - Projeção do filme "Fernando Távora" realizado por Cristina Antunes - Apresentação da publicação Fernando Távora, 'minha casa', fascículo 1, "Prólogo" _24 de Maio de 2013 _ 14.30 horas Encontro de Investigadores Sala do Fundo Antigo, edifício da Reitoria da U. Porto, praça de Gomes Teixeira (aos Leões) Junho a Setembro de 2013 Exposição Fernando Távora - "Uma porta pode ser um romance", apresentação-instalação sobre o arquivo documental de Fernando Távora Edifícios da Fundação Instituto Arquitecto José Marques da Silva, praça do Marquês de Pombal nº 30 _06 de Junho de 2013 _ 18.30 horas Ciclo " 'os meus livros', Fernando Távora - dos livros, das leituras, da coleção " Sessão 1: "Eupalinos, Paul Valéry", pelo docente da FAUP, Vitor Silva Biblioteca da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto Sinopse: Eupalinos, ou o arquitecto é um texto poético de Paul Valéry, datado de 1921. Não se trata de um tratado ou de uma incursão teórica sobre a arquitectura mas de um metáfora sobre a criação poética. Tal como Eupalinos, o poeta é o construtor que aspira à descoberta e à construção das formas. A partir desta analogia, o diálogo "platónico" entre Sócrates e Fedro é apenas uma alusão metodológica e um subtil lamento do papel da filosofia. No lugar das sombras e dos mortos, no seio da eternidade que não pertence ao mundo, o filósofo recorda por palavras - "através da fantasia de um retórico" - não o desenvolvimento de um "método sem lacunas", mas o remorso de não ter construído. É o carácter belo, útil e duradoiro da obra que põe em jogo as contradições dos processos críticos da filosofia. O que o pensamento distingue e separa, a arquitectura reúne num gesto construtivo. Programa de eventos Fundação Marques da Silva Reitoria da Universidade do Porto
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2022-05-17 às 22:56:48 | Política de Utilização Aceitável | Política de Proteção de Dados Pessoais