Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FAUP
Você está em: Início > Notícias > AsSALTO: quinta sessão de Desenho e Escrita

Notícias

AsSALTO: quinta sessão de Desenho e Escrita

25 de Abril de 2017 (Terça-feira), 15h00, Quartel de Monte Pedral - Porto

AsSALTO

A quinta sessão do projecto AsSALTO vai ter lugar no dia 25 de Abril, Terça-feira, a partir das 15h00, no Quartel de Monte Pedral, localizado na Rua de Serpa Pinto (entre as Ruas da Constituição e Egas Moniz), Porto.

A entrada é livre.

AsSALTO é uma actividade de Desenho e Escrita que tem lugar em espaços anónimos da cidade do Porto na iminência de serem transformados onde o público é convidado a descobrir e registar lugares privados, gerando narrativas contraditórias e discussões desenhadas, sobre a cidade, os seus espaços e os seus imaginários.

A proposta AsSALTO insere-se no projecto 'Coleção de Desenhos . Escola de Arquitectura do Porto', promovido pelo Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (CEAU-FAUP) – Grupo Arquitectura: Teoria, Projecto, História (ATPH). Este projecto conta com a colaboração da Universidade do Porto Digital (UPdigital), Faculdades de Letras (FLUP) e Engenharia da U.Porto (FEUP), Fundação Marques da Silva (FIMS), Ordem dos Arquitectos - Secção Regional do Norte (OASRN) e Sistema do Futuro – Multimédia, Gestão e Arte.

Data
25 de Abril de 2017 (Terça-feira)

Horário
A sessão decorre em contínuo entre as 15h00 e as 18h30

Localização
Rua de Serpa Pinto.

Localizado numa importante zona de expansão do tecido urbano oitocentista da cidade do Porto, o Quartel de Monte Pedral situa-se entre a Rua da Constituição (antiga Rua 27 de Janeiro), a Rua Serpa Pinto – para onde oferece a sua fachada principal – e a Rua Egas Moniz.
A ocupação daquele local tinha já iniciado com outro intuito, em 1892, com a construção do Asilo-Escola D. Maria Amélia, estrutura destinada a acolher 200 rapazes entre os 7 e os 14 anos. Mas, de forma um pouco inesperada, as obras são suspensas a 25 de abril de 1893, uma situação que se manteve até 1903. Esta interrupção acaba por promover uma mudança de estratégia, perante a dificuldade financeira da Câmara em terminar o edifício e o interesse entretanto demostrado pela Autarquia e pelo Ministério da Guerra para instalar naquele local o ‘Esquadrão de Cavalaria'.
Em Outubro de 1904 é então efetuado o acordo para a instalação do Quartel do Monte Pedral no local do Asilo-Escola. Curiosamente a mancha de ocupação do Asilo-Escola D. Maria Amélia, encontrava-se já delineada na belíssima planta da cidade do Porto de Teles Ferreira de 1887, apesar de este edifício nunca ter verdadeiramente chegado a ser terminado. Na altura em que o Inspector do Serviço de Engenharia da Grande Circunscrição Militar do Norte, Coronel de Engenharia João José Pereira Dias, assume o cargo de gestor do projecto para a instalação do Esquadrão de Cavalaria, em inícios de 1907, a construção do Asilo resumia-se aos alicerces, às terraplanagens e ao primeiro piso do Edifício Principal. Ainda assim, o projecto para o Asilo foi tomado em profunda consideração, havendo mesmo um ‘decalque’ pelas suas volumetrias, sistemas de construção e ornamentação arquitectónica. Com efeito, a Alçado principal do Quartel mantém exactamente o mesmo desenho que havia sido produzido para ao Asilo-Escola, com a excepção da torre sineira, que foi excluída, e dos três portais reduzidos a apenas um.
O Regimento de Cavalaria instalou-se no complexo em 1912. No entanto, a obra, que um primeiro acordo estipulava durar seis anos e um segundo dez, acabou por ter uma construção faseada que se prolongou por cinco décadas. O terreno é composto por duas plataformas, ficando a inferior voltada para a Rua de Serpa Pinto e a superior, 4 metros mais alta, nos terrenos a nascente. Na parte inferior ficou instalado o edifício principal, com o ‘Corpo de Serviços e Comando’; a Ala Sul que acolhia quartos, escritórios e casernas para os 1º e 2º Sargentos; a Ala Nascente, realizada na década de 1960, com as cozinhas e o refeitório. A Ala Norte, que deveria encerrar o espaço, nunca chegou a ser realizada. Na plataforma superior localizam-se as instalações para os cavalos, nomeadamente o picadeiro, cavalariças para cerca de 90 cavalos e outras pequenas construções de apoio.
Em 31 de Julho de 1979, o Regimento de Cavalaria do Porto foi transferido para Braga e o complexo passou a acolher o Centro de Classificação e Selecção do Porto, sendo aí realizadas a Inspecção Militar. Este serviço, entretanto designado Gabinete de Classificação e Selecção do Porto em 2006, foi transferido no mesmo ano para o Quartel da Serra do Pilar, em Vila Nova de Gaia. Foi então criada e instalada a Unidade de Apoio do Comando do Pessoal, que se manteve no Quartel de Monte Pedral até setembro de 2014, altura em que se transferiu também para o Quartel da Serra do Pilar.
Desde então, o Quartel – que se encontra à responsabilidade da Unidade de Apoio do Comando do Pessoal – está desactivado e à espera de novo proprietário.

Organização
Carlos Machado e MouraNoémia Herdade GomesRui Neto
Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (CEAU-FAUP)

Público alvo
Público em geral de todas as idades

Material 
Cada participante é responsável pelo material necessário à elaboração dos desenhos e dos textos.

Apoios
Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) | Compete 2020 | Portugal 2020 | União Europeia (UE) - Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional.

Parcerias
P3 | GSADesign | Cátia Cunha Pimentel

+ info
www.assalto.pt
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2017 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2017-11-18 às 02:55:04