Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
FAUP
Você está em: Início > Notícias > Aula Aberta Futuros disputados. Dois casos de reestruturação urbana e de recomposição social: Bairro do Aleixo (Porto) e El Cabanyal (València) por João Queirós e Aitor Varea Oro

Notícias

Aula Aberta 'Futuros disputados. Dois casos de reestruturação urbana e de recomposição social: Bairro do Aleixo (Porto) e El Cabanyal (València)' por João Queirós e Aitor Varea Oro

16 de Novembro (Quarta-feira), 9:00, Sala CCR1, na Casa Cor de Rosa - FAUP

A primeira sessão do Ciclo de Aulas Abertas – Urbanização da Pobreza: 'O papel social do arquitecto' terá como tema 'Futuros disputados. Dois casos de reestruturação urbana e de recomposição social: Bairro do Aleixo (Porto) e El Cabanyal (València)' e será apresentada por João Queirós (ESE-IPP) e Aitor Varea Oro (Habitar Porto).

A aula decorre no dia 16 de Novembro (Quarta-feira), às 9:00, na Sala CCR1, na Casa Cor de Rosa - FAUP.

É habitual afirmar-se que o espaço urbano é objeto de disputa. Habitual é também considerar-se que, enquanto objeto de disputa, o modo como se concretiza a apropriação e fruição do espaço urbano será determinado pelo confronto entre as forças antagónicas em presença, numa luta que tende a submeter as populações mais descapitalizadas, em favor dos grupos sociais com maior controlo sobre os recursos. No entanto, os conflitos urbanos resistem frequentemente à apreensão e explicação nestes termos, provando que as relações de poder são mais complexas, dinâmicas e multilaterais do que aquilo que um olhar superficial sugere. Neste sentido, vale a pena analisar tais conflitos enquanto processos sociais em que a "disputa" se dá não apenas em torno da apropriação presente e futura do espaço físico, mas também pela definição das próprias "regras do jogo" que a suscitam e organizam e pela definição das identificações e identidades dos atores e instituições que a protagonizam.

Nesta aula, tentaremos perspetivar os conflitos urbanos sob esta luz, a partir da apresentação e estudo comparado de duas realidades, uma atlântica e outra mediterrânica, o Porto e Valência, os bairros do Aleixo e de El Cabanyal, que usaremos para divisar que ferramentas podem, afinal, orientar uma prática do urbanismo baseada em princípios de justiça social.

A aula será apresentada em língua inglesa. Entrada livre (sujeita à lotação da sala).
Programa sujeito a alterações, sem aviso prévio.

João Queirós (Porto, 1982) é sociólogo. Licenciado e doutorado pela Universidade do Porto, é investigador integrado do Instituto de Sociologia daquela instituição e docente na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, onde também colabora com o inED – Centro de Investigação e Inovação em Educação. As principais áreas de interesse são mudança social e transformações urbanas, desenvolvimento local e regional, Estado e políticas sociais, políticas de habitação e campo da construção civil. Publicou, entre outros contributos, o livro “No Centro, à Margem. Sociologia das intervenções urbanísticas e habitacionais do Estado no centro histórico do Porto”, baseado na sua tese de doutoramento.  

Aitor Varea Oro (València, 1981) é arquitecto pela Escola Tècnica Superior de Arquitetura de València (2009). A sua área de estudo é a relação entre os tecidos físico e social nas áreas históricas degradadas. Tem trabalhado nesta área em colaboração com as populações, com a administração pública e com as instituições académicas. Os seus trabalhos, realizados tanto em València como no Porto, foram a base da sua tese de doutoramento "La arquitectura del territorio: los entramados sociales como herramienta de proyecto" (ETSAV, 2015). Os resultados desta tese estão a ser implementados no Programa Habitar (www.habitarporto.org), projeto do qual é co-coordenador e que visa criar uma ponte entre a criação de habitação a preço justo, a criação de emprego a escala local, e a dinamização de um território mais vivo e inclusivo.

Este Ciclo de Aulas Abertas é coordenado pelo Professor Álvaro Domingues, pela arquitecta Ana Silva Fernandes e pelo grupo de investigação MDT - Morfologias e Dinâmicas do Território do CEAU-FAUP.

Esta iniciativa sucede ao anterior Ciclo de Aulas Abertas – Urbanização da Pobreza: 'Experiências no Grande Sul', que ocorreu no ano lectivo de 2015-16.

+ info
Ciclo de Aulas Abertas – Urbanização da Pobreza: 'O papel social do arquitecto'

Poster
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2019 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2019-02-21 às 04:34:12