Go to:
Logótipo
Você está em: Start > News > Parceria FAUP | Visita Guiada, livro e mesa redonda | Território Manuel Botelho

Parceria FAUP | Visita Guiada, livro e mesa redonda | Território Manuel Botelho

18 de maio de 2022, 4.ª feira, a partir das 17h00, Galeria da Garagem Avenida, Guimarães

No âmbito da Exposição 'Território Manuel Botelho' na Galeria Garagem Avenida, em Guimarães, propõe-se um conjunto de eventos que pontuarão a sessão de encerramento: uma Visita Guiada à Exposição, a Apresentação do Livro Território Manuel Botelho e uma Mesa Redonda e Debate.

A sessão de encerramento realizar-se-á no dia 18 de maio de 2022, na Galeria da Garagem Avenida, em Guimarães, a partir das 17h00.

Entrada livre.

17h00 | Visita Guiada à Exposição Território Manuel Botelho, com Duarte Belo e Bruno Baldaia
Serão apresentados e comentados os dois olhares distintos, que se intersectam, e que constituem o “corpo” da exposição Território Manuel Botelho’: por um lado o registo fotográfico documental, produzido por Duarte Belo (fotógrafo, arquitecto e antigo aluno de Manuel Botelho na FAUP), do percurso pelo território de espaços construídos e de objetos do arquitecto bem como pelos espaços do seu quotidiano; por outro lado, através das Maquetes realizadas pelos bolseiros da EAAD-UM (Bruno Castro, João Costa e Rui Ferreira), de desenhos, esboços e fotografias, são apresentadas sete obras determinantes que permitem entender e caracterizar a produção do Atelier Manuel Botelho ao longo do tempo.

17h30 | Apresentação do Livro Território Manuel Botelho, com Duarte Belo
O Livro Território Manuel Botelho é editado pelo Museu da Paisagem com o apoio de Laboratório da Paisagem, Património e Território (Lab2PT), a EAAD-UM, a FAUP e a Fundação Marques da Silva. Este livro documenta em registo fotográfico as visitas às obras, à casa, e ao escritório. Inclui textos de Duarte Belo e cinco textos de Manuel Botelho selecionados para esta publicação, acompanhados por fotografias do próprio.
"Com Manuel Botelho éramos, seus alunos, conduzidos pela descoberta do desenho, pelas possibilidades quase ilimitadas da forma arquitetónica, do jogo de volumetrias, pelas complexas relações espaciais com que temos que lidar. A maior parte de nós entrava ali num mundo desconhecido, belo, difícil e apelativo. Éramos levados pela incessante procura de uma ideia de clareza, de ausência de ruído, da imensa nobreza, solenidade mesmo, da obra arquitetónica, onde não faltava a interrogação, elementos de descontinuidade, a perturbação intencional da ordem óbvia".
Duarte Belo
Após a apresentação do Livro será formalizado e assinado acordo que determina a entrega da biblioteca do Arquitecto Manuel Botelho à EAAD-UM.

18h00| Mesa-Redonda 'Cultura e Contexto', com João Cabeleira (moderador), Filipa Guerreiro, Luís Tavares Pereira, Mariana Carvalho e Paolo Melis
No âmbito da Exposição Território Manuel Botelho, a mesa redonda junta cinco arquitectos com diferentes vínculos a Manuel Botelho -antigos alunos, professores, colaboradores e colegas. Através destas diferentes aproximações e visões poderemos escrutinar o contexto social e cultural que influenciaram e determinaram a formação do Arquitecto. Este evento faz parte de um conjunto de debates à volta da vida e obra do Arquitecto Manuel Botelho. O primeiro debate decorreu na FAUP com o tema da Docência onde foram apresentadas diferentes visões de Manuel Botelho enquanto professor. Posteriormente a esta exposição apresentar-se-ão outros debates em torno da relação entre pensamento e projecto (DARQ-UC) e propostas para uma cartografia da sua obra (FIMS).

Mais informações em www.eaad.uminho.pt

 

Manuel Botelho nasceu em 1939 na Vila de Rua, em Moimenta da Beira. Formou-se em arquitectura em 1979, na Facoltà di Architettura dell’Università degli Studi di Roma - La Sapienza, após frequentar o curso de Filosofia e de se licenciar em Teologia Sacra na Pontificia Università Gregoriana de Roma, em 1972. Fez toda a sua formação superior em Itália, primeiro em Teologia Sacra, pela Pontificia Università Gregoriana, e posteriormente em Arquitectura, pela Facoltà di Architettura dell’Università degli Studi di Roma - La Sapienza (Laurea em 1978, sob orientação de Ludovico Quaroni). Desenvolve, depois, a sua actividade em Portugal, em escritório próprio e praticando ativamente arquitectura, foi docente na Escola Superior de Belas Artes do Porto, entre 1980 e 1985, e na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, entre 1985 e 2009, tendo lecionado unidades curriculares nas áreas de Projecto e de Teoria da Arquitectura. Possui uma vasta, diversificada e singular obra, que integra desde entre o desenho de objectos ao de habitação e de equipamentos públicos.
Proferiu diversas conferências e participou em Seminários em Portugal, Espanha e Itália. O seu trabalho integrou várias exposições com destaque para a Europália 1991 - Arquitectura Contemporânea Portuguesa, que decorreu em Bruxelas.
Foi distinguido com o Prémio Nacional de Arquitectura Keil do Amaral (Primeiras Obras) em 1989, com a Casa Dr. Barroso Pires, nomeado para o Prémio Mies van der Rohe 1994, e finalista do Prémio Secil de Arquitectura 2002.

 

Parceria
FAUP | EAAD | Lab2PT | FIMS

Apoio à divulgação
OA-SRN

Apoio
SIGN – Wide Format Printing

Esta iniciativa foi apoiada através do Financiamento Plurianual do Laboratório de Paisagens, Património e Território (Lab2PT), Ref.ª UID/04509/2020, financiado por fundos nacionais (PIDDAC) através da FCT/MCTES.
Recommend this page Top
Copyright 1996-2022 © Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto  I Terms and Conditions  I Acessibility  I Index A-Z  I Guest Book
Page created on: 2022-06-27 at 04:30:48