Saltar para:
Logótipo da U.Porto Home Page
Você está em: Início > Antigos Estudantes Ilustres U.Porto: José Marques da Silva

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

José Marques da Silva

Fotografia de José Marques da Silva José Marques da Silva
1869-1947
Arquitecto e professor



José Marques da Silva (Desenho)José Marques da Silva nasceu na cidade do Porto a 18 de Outubro de 1869. Frequentou o ensino primário e secundário no liceu da Ordem da Trindade, onde preparou a seu ingresso na Academia Portuense de Belas Artes. Durante os anos de formação escolar, dividia o seu tempo entre os estudos e a oficina do pai, onde adquiriu o gosto pela arte e pelo trabalho.
Ingressou na Academia no ano lectivo de 1881-1882 com 12 anos de idade e, em 1887-1888, concluiu a sua formação. Terminados estes estudos, Marques da Silva iniciou a preparação dos trabalhos a apresentar no Concurso para pensionista de estado em países estrangeiros na classe de arquitectura, que iria ter lugar na Academia Real de Belas Artes de Lisboa, acabando por perder o concurso para Adães Bermudes. A sua ida para Paris foi, então, financiada pelo pai.

Marques da Silva chegou a Paris em 1889 para frequentar vários ateliers de artistas famosos, com vista a preparar o seu ingresso na "École des Beux-Arts" de Paris. Foi admitido a "aspirant" aos cursos orais e galeria da "École des Beux-Arts" em Fevereiro de 1890 e em 6 de Agosto do mesmo ano aceite na Escola, em regime de segunda classe. Em 1893 ascendeu ao regime de 1ª classe. Marques da Silva concluiu estes estudos em 10 de Dezembro de 1896, após a realização das respectivas provas finais.

Estação de São Bento de Marques da SilvaNo regresso a Portugal foi proposto como académico de mérito da Academia Portuense de Belas Artes, proposta esta que surgiu na sequência da obtenção da medalha de prata na exposição de Paris, em 1900, que lhe garantiu grande prestígio. Tornou-se regente de várias cadeiras que lhe granjearam respeito como professor. Foi, também, director da Academia, zelando acima de tudo pelo seu bom funcionamento e lutando por condições melhores para os seus alunos. Em Outubro de 1939 completou 70 anos e abandonou as funções de professor e de director da Escola de Belas Artes do Porto.

A Nacional - Edifício de Marques da SilvaMarques da Silva deixou uma obra extensa em que se destacam alguns projectos "mediáticos". No rol das obras mais importantes incluem-se a da Estação de S. Bento, assim como o edifício "A Nacional", os Grandes Armazéns Nascimento, a Casa de Serralves e os liceus Rodrigues de Freitas e Alexandre Herculano, na cidade do Porto. Também realizou projectos no âmbito da arquitectura funerária e deixou a sua marca arquitectónica noutras cidades portuguesas, como Guimarães e Barcelos. Foi, sem dúvida, um dos grandes artistas portugueses do século XX, homenageado em diversas ocasiões. Faleceu na cidade do Porto a 6 de Junho de 1947.
(Texto de João Vasco Barbosa Carneiro, 2008)

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2014 © Universidade do Porto Termos e Condições Acessibilidade Índice A-Z Livro de Visitas
Última actualização: 2013-02-08 Página gerada em: 2014-09-19 às 14:47:03