Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
H2020
Você está em: Início > EM0071
Autenticação






Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Estruturas Metálicas

Código: EM0071     Sigla: EM

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Mecânica Aplicada

Ocorrência: 2011/2012 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Secção de Mecânica Aplicada

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MIEM 16 Plano de estudos oficial a partir de 2006/07 5 - 6 56 160

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Carlos Manuel Balboa Reis Gomes Regente

Docência - Horas

Teórico-Práticas: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 4,00
Carlos Manuel Balboa Reis Gomes 4,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Permitir ao aluno efectuar a síntese de conhecimentos adquiridos ao longo do curso, na área científica da Mecânica Aplicada adquirindo paralelamente o saber fazer pela abordagem de um problema de engenharia concreto.
Familiarizar-se com a utilização de códigos e normas no projecto de estruturas metálicas.
Adquirir experiência na utilização de ferramentas de CAE.

Programa

1. Tipos de estruturas e requesitos de estabilidade - Estruturas isostáticas e hiperestáticas: asnas, estruturas porticadas, pórticos asna, etc. Requesitos de estabilidade em edifícios metálicos. Definição de contraventamentos.

2. Princípios de dimensionamento estrutural - O projecto por tensões admissíveis, por estados limites últimos e estados limites de utilização. Classificação e quantificação de Acções em estruturas: Acção do vento, Acção da neve, Acções sísmicas, etc. Regras de combinações de acções de acordo com os códigos relevantes (RSA, EC1).

3. Análise de estruturas � Cálculo automático de estruturas reticuladas e de estruturas articuladas. Modelização da estrutura, das secções resistentes e dos diferentes sistemas de cargas. Análise dos esforços nas barras e verificação da resistência dos diferentes componentes.
Análise e projecto de sistemas de contraventamento.

4. Dimensionamento da secção resistente (REAPE., EC3) Classificação das secções de acordo com o Eurocódigo 3 (EC3).
4.1 Barras sujeitas a compressão axial (REAPE, MV103 e EC3). Verificação da estabilidade em relação ao estado limite último de encurvadura: critérios do REAE, da norma espanhola MV103 e do EC3.
4.2 Estabilidade e dimensionamento de barras compostas utilizadas em pilares e asnas de coberturas. Comprimento de encurvadura de pilares em estruturas porticadas.

5. Projecto de vigas. Estabilidade de vigas PRS, (perfis reconstituidos soldados). Verificação à encurvadura lateral em vigas de secção aberta.

6. Enfunamento (REAE, MV103, EC3)
Tensões críticas em chapas solicitadas no seu plano. Instabilidade da alma em perfis PRS. Fórmulas de interacção relativas à existência em simultâneo de tensões normais e tensões tangenciais. Nervuras de rigidez horizontais e vertivais.

7. Projecto de ligações aparafusadas e soldadas em estruturas - Ligações viga-coluna, ligações viga-viga. Projecto de asnas, concepção de nós e ligações (contraventamentos e vigas pórticos). Projecto de base das colunas e pilares.





Bibliografia Obrigatória

Carlos Reis Gomes; Estruturas Metálicas, 2010 (Apontamentos disponíveis nos conteudos da disciplina)
Arguelles Álvarez, Ramón 070; Estructuras de acero. ISBN: 84-930002-8-0 (vol. 1)
Manfred A. Hirt et Rolf Bez ; Construction Métallique, Notions fondamentales et methodes de dimensionnement, Vol. 10, L’Ecole Polytechnique Fédérale de Lausanne
Eurocódigo 3 (EC3) – Projecto de Estruturas Metálicas Parte 1-1 : Regras gerais e regras para edifícios , ENV 1993-1 (1992
RSA – Regulamento de Segurança e Acções
Jacques Brozzetti, Manfred A. Hirt et Rolf Bez; Construction Métallique, Examples numériques adaptés aux Eurocodes, L’Ecole Polytechnique Fédérale de Lausanne
REAPE – Regulamento de Estruras em Aço Para Edifícios
Hayward, Alan; Steel detailers. manual. ISBN: 0-632-05572-3
Hirt, Manfred A.; Charpentes métalliques. ISBN: 2-88074-359-1

Bibliografia Complementar

Ghali, A.; Structural analysis. ISBN: 0-419-21200-0
Timoshenko, S. P.; Theory of structures

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Os assuntos constantes do programa da disciplina são abordados nas aulas teórico práticas acompanhados da resolução de exemplos.
Paralelamente, é distribuido a cada aluno, no inicio do ano um Projecto no domínio das estruturas metálicas e cuja resolução vai ser acompanhada ao longo do semestre pelo docente.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Obtenção de frequência

Execução do Projecto e menos de 25 % de faltas em relação ao número de aulas previstas.

Fórmula de cálculo da classificação final

A entrega notas de cálculo do Projecto coincide com a data prevista no calendário de exames (2010/20111) para o exame final.
Na data do exame de recurso terão de ser entregues as peças desenhadas do projecto.
A discusão do trabalho de Projecto será após a entrega das das peças escritas e peças desenhadas.
Classificação do Projecto- peso 60%
Classificação do Exame - peso 40%

Provas e trabalhos especiais

Durante o semestre será distribuido um trabalho de projecto a cada aluno, cuja resolução passa pela utilização dos conceitos e metodologias apresentadas nas aulas teórico práticas.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

Os alunos (TE, DA, ...) terão de efectuar um projecto e um exame final escrito.
O projecto e do exame final é de 40% e 60%, respectivamente.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2014 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2014-09-03 às 05:38:06