Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
ACE Forum
Você está em: Início > Cursos/CE > Mestrado Integrado > MIEMM > Informação para Candidatos
Autenticação






Mapa das Instalações
Edifício A (Administração) Edifício B (Aulas) - Bloco I Edifício B (Aulas) - Bloco II Edifício B (Aulas) - Bloco III Edifício B (Aulas) - Bloco IV Edifício C (Biblioteca) Edifício D (CICA) Edifício E (Química) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício F (Minas e Metalurgia) Edifício G (Civil) Edifício H (Civil) Edifício I (Electrotecnia) Edifício J (Electrotecnia) Edifício K (Pavilhão FCNAUP) Edifício L (Mecânica) Edifício M (Mecânica) Edifício N (Garagem) Edifício O (Cafetaria) Edifício P (Cantina) Edifício Q (Central de Gases) Edifício R (Laboratório de Engenharia do Ambiente) Edifício S (INESC) Edifício T (Torre do INEGI) Edifício U (Nave do INEGI) Edifício X (Associação de Estudantes)

Cursos

Mestrado Integrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais

Dados Gerais

Código Oficial: 9460
Sigla: MIEMM
Descrição:

O curso de Mestrado Integrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais habilita os diplomados ao exercício da atividade nos campos da Engenharia e Ciência de Materiais. O Mestrado Integrado, com a duração de cinco anos letivos, assegura uma sólida formação nas áreas da Matemática, Física, Química e Gestão e contém um conjunto de disciplinas que tratam detalhadamente toda a área dos materiais.

Propinas:

Diplomas

  • Mestrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais (300 Créditos ECTS)
  • Licenciatura em Ciências de Engenharia - perfil de Engenharia Metalúrgica e de Materiais (180 Créditos ECTS)

Concursos Nacionais

Média de acesso do último colocado nos últimos 5 anos

2007 2008 2009 2010 2011
135,3 149 145,5 147,8 141,5
As candidaturas e os prazos são da responsabilidade da Direcção-Geral do Ensino Superior.

Unidades Curriculares

Álgebra

EMM0003 - ECTS Esta unidade curricular tem dois objectivos fundamentais: por um lado, tratando-se de uma unidade curricular propedêutica tem um carácter didáctico/científico, promovendo o desenvolvimento do raciocínio lógico e de métodos de análise e, por outro, visa introduzir e desenvolver em termos teóricos um conjunto de conceitos que serão ferramentas essenciais para apoio às unidades curriculares mais específicas dos diferentes ramos da Engenharia. Esta unidade curricular tem o objectivo de introduzir os conceitos fundamentais sobre Álgebra Linear, Álgebra Vectorial e Geometria Analítica, que são essenciais para a formação matemática de um estudante de Engenharia. O estudante deverá ter conhecimentos básicos sobre trigonometria, funções reais a uma variável real, geometria analítica plana, sistemas de equações lineares e lógica. Componente científica: 100% No final do período lectivo os estudantes devem ser capazes de: - Conhecer as operações básicas com matrizes, suas propriedades e saber operar com elas. - Definir e determinar a característica de uma matriz. - Definir matriz não singular, conhecer as propriedades da matriz inversa e saber determiná-la. - Definir o determinante de uma matriz, conhecer as suas propriedades e saber determiná-lo. - Analisar e resolver sistemas de equações lineares. - Definir uma transformação linear, calcular e caracterizar o seu núcleo e contradomínio, conhecer as suas operações algébricas, saber em que condições ela é injectiva e, neste caso, definir e calcular a sua transformação inversa. - Recorrer à matriz para representar uma transformação linear e operar com transformações lineares recorrendo à álgebra matricial. - Definir matriz mudança de base e aplicá-la a problemas de mudanças de base envolvendo elementos de um espaço vectorial e transformações lineares. - Definir matrizes semelhantes e conhecer as suas propriedades. - Calcular valores próprios e vectores próprios de transformações lineares, conhecer as suas propriedades e identificar, no caso de ser possível, uma representação matricial diagonal para a transformação linear. - Conhecer as operações algébricas com vectores, suas propriedades e saber aplicá-las. - Definir espaço vectorial, subespaço vectorial e espaço euclideano. - Definir combinação linear de vectores, independência/dependência linear de vectores e subespaço gerado por um conjunto de vectores. - Definir e determinar uma base e a dimensão de um espaço vectorial; obter as componentes de um vector em relação a uma base. - Definir recta e plano, conhecer as suas propriedades e saber representá-los através de expressões matemáticas adequadas. - Resolver problemas com retas e planos envolvendo distâncias, ângulos e ser capaz de identificar as suas posições relativas no espaço.

Análise Matemática I

EMM0045 - ECTS Justificação A análise matemática é uma ferramenta indispensável para a formação de um Engenheiro. Objectivos Fornecer as bases matemáticas indispensáveis para a formação de um quadro de engenharia. Competências e Resultados de aprendizagem Adquirir com proficiência conhecimentos de Análise Matemática e ser capaz de os aplicar em problemas de Engenharia; Contribuir para a aquisição de espírito crítico e para uma adequada gestão de tempo.

Computação e Programação

EMM0006 - ECTS JUSTIFICAÇÃO: Licenciados em engenharia vêm-se frequentemente confrontados com a necessidade de transmitir instruções e procedimentos a colaboradores menos qualificados. A utilização de uma linguagem curta e precisa, ou até mesmo o recurso a fluxogramas auxilia nesta comunicação. O desenvolvimento de procedimentos e algoritmos requer uma metodologia objectiva e racional, mas simultaneamente abstracta, que não é fomentada no ensino secundário. A capacidade de automatizar tarefas, recorrendo à programação em Visual Basic permite aumentar significativamente a produtividade em diversas situações, tendo em conta que muitos equipamentos industriais com comando numérico suportam a programação de macros ou aplicativos. OBJECTIVOS: Desenvolvimento das seguintes capacidades: Análise de problemas, descrição sintética e objectiva dos passos que conduzem à resolução de problemas, descrição de procedimentos e algoritmos através de linguagem simbólica. Desenvolvimento de aplicações informáticas em Visual Basic .Net. Familiarização com algumas das técnicas de programação mais comuns. Em segundo plano, os alunos são confrontados com outras temáticas, como por exemplo: números pseudo-aleatórios, erros de cálculo resultantes das conversões decimal/binário e binário/decimal, assinaturas digitais e encriptação. COMPETÊNCIAS E RESULTADOS DA APRENDIZAGEM: - Identificação e formulação de problemas - Formulação sintética de procedimentos que levam à resolução de um dado problema - Concepção de algoritmos - Comunicação através de procedimentos e algoritmos - Leitura e compreensão de algoritmos e código Visual Basic .Net - Desenvolvimento de aplicações em Visual Basic .Net

Introdução à Engenharia de Materiais I

EMM0007 - ECTS Justificação: Esta é a primeira unidade curricular do curso em que o estudante toma contato com a Ciência e Engenharia dos Materiais. Nesta unidade curricular pretende-se que o estudante adquira conhecimentos básicos sobre a estrutura, propriedades, processamento e aplicações de materiais metálicos. Objetivos: Esta unidade curricular visa os seguintes objetivos: 1. Permitir ao estudante adquirir um conhecimento das estruturas, propriedades e processamento de materiais metálicos; 2. Evidenciar a interdependência entre as condições de processamento de materiais metálicos e as suas microestruturas e propriedades; 3. Desenvolver a prática laboratorial em algumas técnicas experimentais sobre o processamento e a caraterização mecânica e microestrutural de materiais metálicos, como a fundição, a laminagem, o polimento, o ataque químico, a microscopia ótica e os ensaios de dureza e tração. Competências Com esta unidade curricular os estudantes devem adquirir as seguintes competências: 1. Um básico conhecimento científico e experimental em materiais metálicos; 2. A capacidade de integrar o conhecimento sobre materiais metálicos e aplica-lo para identificar, formular e resolver problemas básicos de engenharia de materiais; 3. A aptidão prática em ambiente oficinal e laboratorial; 4. O trabalho em equipa e a capacidade de comunicar efetivamente.

Projeto FEUP

FEUP002 - ECTS
  • Receber e integrar no ambiente FEUP os alunos recém chegados
  • Dar a conhecer os principais serviços disponíveis
  • Dar formação inicial nas áreas conhecidas como “Soft Skills” e alertar para a sua importância ao longo da carreira em engenharia (soft skills: trabalho em equipa, comunicação, etc.)
  • Discutir cientificamente um tema / resolver um projeto de dificuldade limitad

Química I

EMM0005 - ECTS JUSTIFICAÇÃO A química é o estudo da matéria e das mudanças que ela sofre. Um conhecimento básico de química é essencial para estudantes de muitas áreas, pois a química é uma ciência que tem uma importância vital para o nosso mundo, quer no âmbito da natureza quer no da sociedade. A química tem sido, e continuará a ser, um agente principal em todas as áreas da ciência e da tecnologia. De fato a investigação química e o desenvolvimento dos últimos séculos providenciaram novos materiais que melhoraram profundamente a nossa qualidade de vida, e ajudaram a avançar a tecnologia de inúmeras maneiras. OBJETIVOS Rever e aprofundar de uma forma bastante clara e abrangente os princípios básicos indispensáveis para a compreensão racional do comportamento químico e físico-químico da matéria. Mostrar a importância da química em todas as suas vertentes: vida, indústria e sociedade. Consciencializar, motivar e desenvolver aptidões para o trabalho em laboratório: manipulação correta de materiais, equipamentos e técnicas experimentais simples. COMPETÊNCIAS Transversais: - Organizar, interpretar, avaliar e criticar dados, resultados e procedimentos; - Compreender a informação transmitida em discursos orais e em textos escritos, - Comunicar informação e conhecimentos de cariz científico de uma forma correta e clara; - Aprender a aprender; - Construir uma atitude positiva face à Ciência; - Capacidade de trabalhar em equipa - Cumprimento de prazos Específicas: - Observar uma situação química e descrevê-la corretamente - Utilizar as relações entre conceitos (matemáticas ou outras) a uma situação química; - Estruturar relações entre conceitos de Química; - Efetuar operações experimentais essenciais; - Executar montagens laboratoriais em Química com destreza e autonomia; - Trabalhar num laboratório de Química, cumprindo as normas de segurança para o manuseio de reagentes e procedimentos.

Análise Matemática II

EMM0012 - ECTS Dar continuidade a Análise Matemática I.

Desenho Técnico

EMM0010 - ECTS

Introdução do conceito de normalização em geral e sua importância na Engenharia. Transmissão de conhecimentos básicos sobre representação de objetos, em termos da sua geometria e dimensões nominais. Desenvolvimento das capacidades de visualização espacial, através da leitura de desenhos ortográficos. Desenvolvimento das capacidades de comunicação técnica, através da execução de desenhos isométricos. Introdução aos conceitos de tolerância e de intermutabilidade. Transmissão de noções gerais sobre toleranciamentos dimensional e geométrico e rugosidades de superfícies e sobre a normalização de elementos mecânicos de ligação. DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL: Distribuição percentual estimada dos conteúdos científico e tecnológico: - Componente científica: 30 %. - Componente tecnológica: 70 %

Física I

EMM0004 - ECTS 1- Adquirir os conhecimentos fundamentais da física nas áreas da mecânica, hidrostática, vibrações e ondas, e aplicar estes conhecimentos à explicação de fenómenos físicos, de aplicações tecnológicas e à análise e resolução de problemas nestes assuntos da Física. 2- Demonstrar perseverança no estudo e análise autónomos das matérias, de espírito crítico, da consciência individual do conhecimento sobre a Física e da curiosidade para a Física, e para a ciência e geral, em particular para a relação da Física com a Engenharia. 3- Desenvolver as capacidades de trabalho em grupo e de comunicação escrita de resultados. 4 - Aplicação dos conhecimentos a problemas de materiais (incluindo minerais).

Introdução à Engenharia de Materiais II

EMM0011 - ECTS Justificação: Esta disciplina constitui-se como a primeira abordagem à ciência e engenharia dos materiais cerâmicos e poliméricos, centrando-se na aprendizagem dos conceitos fundamentais que condicionam as suas aplicações industriais. Objectivos: A disciplina pretende atingir os seguintes objectivos principais: a) estudar os conceitos básicos sobre os cerâmicos e polímeros, b) identificar e estudar a estrutura (cristalina e não-cristalina) destes materiais e os factores físicos e químicos que a condiciona, c) analisar as principais propriedades físico-químicas destes materiais e d) estabelecer relações entre as técnicas de processamento, a estrutura e as propriedades. Competências e Resultados da Aprendizagem: - Identificar e interpretar as estruturas dos materiais cerâmicos e poliméricos. - Conhecer os conceitos fundamentais destes materiais, no que respeita à sua estrutura, métodos de processamento e propriedades.

Química II

EMM0009 - ECTS

JUSTIFICAÇÃO

A presente unidade curricular é uma continuidade de QUÍMICA I. A química é o estudo da matéria e das mudanças que ela sofre. Um conhecimento básico de química é essencial para estudantes de muitas áreas, pois a química é uma ciência que tem uma importância vital para o nosso mundo, quer no âmbito da natureza quer no da sociedade. A química tem sido, e continuará a ser, um agente principal em todas as áreas da ciência e da tecnologia. De fato a investigação química e o desenvolvimento dos últimos séculos providenciaram novos materiais que melhoraram profundamente a nossa qualidade de vida, e ajudaram a avançar a tecnologia de inúmeras maneiras.

OBJETIVOS

A presente unidade curricular é uma continuidade de QUÍMICA I. Rever e aprofundar de uma forma bastante clara e abrangente os princípios básicos indispensáveis para a compreensão racional do comportamento químico e físico-químico da matéria. Mostrar a importância da química em todas as suas vertentes: vida, indústria e sociedade. Consciencializar, motivar e desenvolver aptidões para o trabalho em laboratório: manipulação correta de materiais, equipamentos e técnicas experimentais simples. 

Análise Numérica

EMM0013 - ECTS Esta unidade curricular tem dois objectivos fundamentais: por um lado, tratando-se de uma unidade curricular propedêutica tem um carácter didáctico/científico, promovendo o desenvolvimento do raciocínio lógico e de métodos de análise e, por outro, visa introduzir e desenvolver em termos teóricos um conjunto de conceitos que serão ferramentas essenciais para apoio às unidades curriculares mais específicas dos diferentes ramos da Engenharia. Esta unidade curricular pretende garantir a aquisição de sólidos conhecimentos na aplicação de métodos numéricos na resolução de problemas de engenharia, bem como familiarizá-los com os mais variados métodos e sua implementação, vantagens e desvantagens de sua aplicação na resolução de problemas numéricos. Pretende-se que os alunos desenvolvam capacidades de manipulação numérica, bem como um pensamento independente e analítico e a capacidade de aplicar conceitos matemáticos para resolver problemas práticos. Os alunos deverão conhecer os métodos de resolução numérica mais aplicáveis e mais eficientes, para cada problema base de análise numérica, bem como as condições de aplicabilidade e teoremas de convergência destes métodos. Espera-se que executem testes de aplicação prática, discutindo os resultados obtidos, O estudante deverá ter conhecimentos Álgebra Linear e Geometria Analítica, Análise Matemática. Componente científica: 100% No final, o aluno deve ser capaz de: - Listar as condições de aplicabilidade dos métodos e enunciar os respetivos teoremas de convergência. - Aplicar os métodos, fórmulas e algoritmos ensinados a problemas simples; - Descrever o funcionamento dos métodos dados, traduzi-los em algoritmos testá-los sobre exemplos, comparando e analisando os resultados; - Explicar as demonstrações dos teoremas dados, e aplicar as técnicas ai descritas a outras situações relacionadas. - Resolver problemas novos com as ferramentas numéricas dadas e comparar o desempenho de vários métodos numéricos quando á velocidade e fiabilidade.

Desenho Assistido por Computador

EMM0016 - ECTS JUSTIFICAÇÃO: Actualmente o desenvolvimento de produtos e ferramentas requer para além de conhecimentos de desenho técnico o domínio de uma aplicação de desenho assistido por computador. A modelação de produtos, componentes e ferramentas em 3 dimensões com recurso ao computador é hoje um pré-requisito para diversas indústrias, como a metalomecânica, injecção de plásticos e fundições. OBJECTIVOS: Desenvolvimento das capacidades de leitura e concepção de desenhos técnicos 2D. Introdução ao funcionamento de ferramentas e moldes para o fabrico de peças, nomeadamente noções de: saída, plano de apartação, raios de curvatura, etc. Realização do curso de formação de uma aplicação CAD 3D híbrida (superfícies e sólidos). Aplicação dos conhecimentos adquiridos num projecto de desenvolvimento de produto. Planeamento de um projecto e respectivo desenvolvimento em grupo. COMPETÊNCIAS E RESULTADOS DE APRENDIZAGEM: - Interpretar formas geométricas em 3 dimensões e sua representação bidimensional - Domínio de uma ferramenta CAD 3D híbrida (superfícies e sólidos), sendo capaz de desenhar geometrias em 3 dimensões a partir de desenhos técnicos bidimensionais - Capacidade de planear estratégias para a modelação de geometrias 3D complexas - Gestão de tempo e planeamento de projectos com recurso a mapas de Gantt - Gestão de relacionamento interpessoal na realização de projectos - Utilização da terminologia associada ao desenho assistido por computador

Diagramas de Equilíbrio

EMM0015 - ECTS Justificação O conhecimento e a compreensão dos Diagramas de Equilíbrio de fases são essenciais para a Engenharia de Materiais uma vez que as propriedades dos materiais são controladas pela microestrutura que, por sua vez, é controlada pelo percurso térmico da liga. Os Diagramas de Equilíbrio de fases são a fundação para a realização da investigação básica em materiais, em áreas tão diferentes como a solidificação, crescimento de cristais, ligações, reacções no estado sólido, transformações de fase, oxidação, etc. Por outro lado, os diagramas de equilíbrio de fases são também um roteiro para o design de materiais e optimização do seu processamento, servindo como ponto de partida para a manipulação das variáveis do processamento no sentido de alcançar a microestrutura pretendida. Objetivos O objectivo desta unidade curricular é permitir aos estudantes adquirir os conhecimentos necessários à interpretação dos diagramas de equilíbrio de fases, compreender as transformações de fases e interpretar a evolução microestrutural das ligas. Apesar da maioria dos diagramas se referirem ao estado e microestruturas de equilíbrio, também são úteis para a compreensão das estruturas fora de equilíbrio; frequentemente mais interessantes que as de equilíbrio devido às propriedades alcançadas. Os materiais de interesse estendem-se dos monocomponente aos multicomponente. Embora muitos dos sistemas industriais de interesse possam ser adequadamente representados por diagramas de equilíbrio binários, diagramas ternários ou de ordem superior são frequentemente necessários para a compreensão de sistemas mais complexos, tais como algumas ligas industriais, escórias ou materiais cerâmicos. Competências e resultados de aprendizagem As propriedades mecânicas dos materiais de engenharia dependem fortemente da microestrutura. Assim, e com base nesta premissa, com a frequência desta unidade curricular os estudantes deverão: 1) compreender as bases cientificas dos diagramas de equilíbrio de fases; 2) conhecer as relações entre a composição química, a temperatura e a composição fásica, sendo capazes de as aplicar aos mais variados sistemas; 3) possuir os conhecimentos básicos sobre a formação das microestruturas e da sua influência sobre as propriedades dos materiais; 4) usar os diagramas de equilíbrio de fases como ponto de partida para o estabelecimento da evolução microestrutural dos materiais com a variação da temperatura.

Física II

EMM0008 - ECTS Objectivo: Apresentar o electromagnetismo como um modelo unificador dos vários fenómenos electromagnéticos, observados na natureza e utilizados nas tecnologias. Competências e resultados da aprendizagem: - Capacidade de resolução de problemas e a familiaridade com as ferramentas e linguagem matemáticas usadas no electromagnetismo e disciplinas subsequentes. - Intuição física e a capacidade de resolver problemas conceptuais em electromagnetismo. - Capacidades de trabalho em grupo, disciplina de trabalho continuado ao longo do semestre, e uma atitude respeitando valores éticos, tais como o respeito mútuo e a honestidade.

Química Física

EMM0014 - ECTS Justificação: A Química-Física apresenta-se indiscutivelmente, nos dias de hoje, como um dos tópicos de capital importância a ser leccionado num curso deste ramo da Engenharia. O domínio da sua aplicação estende-se da Metalurgia Extrativa à Metalurgia Física, sendo inquestionável a relevância da aplicação da Termodinâmica, cinética das reações e o desenvolvimento de técnicas experimentais a aplicar em sistemas a temperatura elevada para interpretar/antecipar muitos dos fenómenos observáveis em Metalurgia. Objetivos: É objetivo da unidade curricular garantir que os alunos adquiram conhecimentos que permitam: 1) o domínio dos princípios básicos da Termodinâmica; 2) a análise dos dados experimentais divulgados para alguns sistemas termodinâmicos; 3) a aplicação da Termodinâmica no estudo de processos industriais utilizados para a obtenção e a transformação de metais. Competências e resultados da aprendizagem: Transversais: - Organizar, interpretar, avaliar e criticar dados e resultados; - Compreender a informação transmitida em discursos orais e textos escritos; - Comunicar informação e conhecimentos de cariz científico de uma forma correta e clara; - Aprender a aprender; - Construir uma atitude positiva face à Ciência; - Capacidade de trabalhar em equipa. Específicas: - Utilizar as relações entre conceitos e aplicá-los à resolução de problemas muito específicos; - Estruturar relações entre conceitos de Química-Física.

Electroquímica e Interfaces

EMM0020 - ECTS JUSTIFICAÇÃO: O estudo do comportamento da interface entre um material condutor e um líquido (pode ser a própria humidade) é abordado nos seus aspetos teóricos e consequências práticas. A importância deste estudo reside no fato de uma das classes de materiais atualmete mais usadas na industria, os metais, estarem em muitos casos sujeitos aos efeitos adversos do contacto com líquidos ou atmosferas potencialmente agressivas e que podem levar a problemas graves de perda de funcionalidade dos equipamentos. São também estudados os fenómenos de superfície, em particular a forma como as propriedades de superfície dos materiais determinam a sua interação com outros materiais . O controlo das propriedades das superfícies tem inúmeras aplicações práticas, o que justifica a preparação do futuro engenheiro nesta área da ciência. OBJETIVOS: Pretende-se que o estudante desenvolva a capacidade para analisar os efeitos da interação de um metal com uma solução que seja capaz de usar a corrente eléctrica para alterar o comportamento do metal. O estudante deverá igualmente adquirir os conhecimentos necessários para, mediante o conhecimento das caracteristicas de uma superfície, prever a sua compatibilidade com outras superfícies. COMPETÊNCIAS E RESULTADOS DA APRENDIZAGEM: - integração de conhecimentos já apreendidos nas áreas da química, matemática e física/eletricidade e sua aplicação à descrição dos fenómenos eletroquímicos. - consolidação dos conhecimentos pela experimentação aplicada a problemas de Engenharia - aprendizagem pela exposição dos problemas e análise crítica de várias soluções em grupo

Ensaios dos Materiais

EMM0018 - ECTS Justificação Os ensaios e testes permitem determinar as propriedades dos materiais, sendo essenciais para prever o desempenho em serviço, analisar eventuais falhas e controlar o respectivo processamento. Assim, é fundamental que um engenheiro de materiais possua um amplo conhecimento sobre os ensaios mais utilizados, compreenda como se selecionam, como se realizam e como se interpretam os resultados obtidos. Fazendo parte do plano curricular do MIEMM, esta unidade, permitirá integrar o conhecimento dos ensaios com o do comportamento mecânico dos materiais, abordado noutras unidades curriculares do curso, requisito fundamental para a sua adequada aplicação. Objectivos No âmbito desta disciplina pretende-se abordar os principais ensaios para determinação das propriedades mecânicas e os principais ensaios não destrutivos para determinação de falhas e defeitos, dando ênfase aos princípios físicos e mecânicos, à técnica dos ensaios com base nas normas aplicáveis e à interpretação dos resultados Competências Pretende-se que os estudantes: - dominem os principais ensaios para determinação das propriedades mecânicas e os principais ensaios não destrutivos para determinação de falhas e defeitos. - sejam capazes de aplicar normas na realização de ensaios e de interpretar os resultados obtidos. - sejam capazes de avaliar a aptidão de um dado material para uma determinada aplicação com base nos resultados dos ensaios.

Estatística

EMM0017 - ECTS Esta unidade curricular tem dois objectivos fundamentais: por um lado, tratando-se de uma unidade curricular propedêutica tem um carácter didáctico/científico, promovendo o desenvolvimento do raciocínio lógico e de métodos de análise e, por outro, visa introduzir e desenvolver em termos teóricos um conjunto de conceitos que serão ferramentas essenciais para apoio às unidades curriculares mais específicas dos diferentes ramos da Engenharia. Esta unidade curricular pretende garantir a aquisição de sólidos conhecimentos no cálculo de probabilidades e estatística, considerada uma ferramenta imprescindível nas mais diversas áreas e situações de incerteza, fundamentais no domínio da Engenharia. Pretende-se ainda desenvolver nos alunos a capacidade de comunicação rigorosa quando se referem a temas que têm por base conceitos de Probabilidades e Estatística. Esta unidade curricular pretende ainda desenvolver uma atitude crítica quando necessário proceder à análise de problemas estatísticos assim como a capacidade de aplicação dos conceitos adquiridos na resolução dos mesmos. Esta aquisição de conhecimentos fundamentais deverá munir os alunos de uma capacidade de aquisição futura de conceitos mais avançados que surjam no seu percurso de formação académica e/ou profissional. O estudante deverá ter conhecimentos básicos de probabilidade, funções reais, derivadas e integração. Componente científica: 100% No final do período lectivo os estudantes devem ser capazes de: - Resolver problemas comuns envolvendo a teoria elementar da probabilidade, variáveis aleatórias, distribuições de probabilidade, amostragem aleatória, estimação por intervalo e teste de hipóteses; - Enunciar e interpretar os principais conceitos da Estatística; - Utilizar as ferramentas de estatística descritiva na análise de dados amostrais ou populacionais.

Laboratórios I

EMM0021 - ECTS Justificação O conhecimento das técnicas metalográficas e a sua aplicação ao estudo e caracterização dos mais diversos materiais de engenharia, para além dos metálicos, é fundamental para qualquer engenheiro de materiais e, por isso, essencial no currículo do MIEMM. Assim, com esta unidade curricular, pretende-se proporcionar aos estudantes competências de preparação e análise de amostras de materiais, essenciais para a realização de trabalhos experimentais no âmbito de outras UC do MIEMM ou de projectos de investigação. Atendendo a futuras situações profissionais em que possam estar envolvidos, designadamente, atividades de controlo de processos de fabrico e de inspeção da conformidade de produtos, esta UC também capacitará os estudantes para atuarem com autonomia e de acordo com as normas de ensaio aplicáveis. Objectivos •aplicação de técnicas de obtenção e preparação de amostras de acordo com as normas aplicáveis •observação de microstruturas em microscopia óptica e registo de imagens •aplicação de métodos de quantificação estrutural Competências e resultados de aprendizagem Pretende-se que os estudantes: •dominem técnicas de obtenção e preparação de amostras, observação de microstruturas em microscopia óptica e registo de imagens; •apliquem métodos de quantificação estrutural e contactem com os sistemas automáticos de análise de imagem. •desenvolvam competências de trabalho em grupo, na elaboração de relatórios e em exposições orais.

Técnicas Caracterização de Materiais

EMM0019 - ECTS

Justificação A análise e a caracterização de materiais é uma área importante que permite a seleção adequada do material baseado no desempenho do sistema em estudo assim como para o desenvolvimento de novos materiais. Dependendo das solicitações a que o material ou o sistema será submetido, a caracterização poderá abranger a avaliação de propriedades mecânicas, elétricas, magnéticas, óticas, químicas ou térmicas. A inclusão desta unidade no MIEMM aprofunda os conhecimentos do estudante neste tema, com ênfase nas técnicas desenvolvidas recentemente, embora permitindo também o conhecimento das técnicas mais convencionais com que irão ter oportunidade de trabalhar noutras unidades curriculares do MIEMM. Objetivos É objetivo desta unidade curricular disponibilizar conceitos sobre as várias formas de caracterização de materiais, a nível morfológico, estrutural e químico. São abordadas várias técnicas de caracterização dos materiais, desde as mais convencionais até às mais recentes, de modo a permitir aos alunos o conhecimento de diversas técnicas disponíveis de forma a poderem no futuro hierarquizar opções de caracterização de materiais face às necessidades e meios de que disponham.

Comportamento Mecânico de Materiais

EMM0023 - ECTS Justificação: A estrutura cristalina de um material influencia decisivamente a generalidade das propriedades importantes para um engenheiro. Compreender como a estrutura influencia a resposta mecânica é essencial para poder ajustar as propriedades mecânicas de um material às exigências que a sua utilização impõe. A unidade curricular de comportamento mecânico dos materiais enfatiza a relação entre a estrutura de materiais e o seu comportamento mecânico. Os alunos aprenderão como os materiais, com foco nos materiais metálicos, respondem às solicitações mecânicas tanto do ponto vista microscópico como macroscópico. Objectivos: Com esta disciplina pretende-se abordar o comportamento mecânico dos materiais com ênfase nos materiais metálicos:(1) introduzir a noção de defeito, em particular os lineares, e estabelecer o seu efeito nas propriedades físicas e mecânicas dos materiais; (2) descrever os mecanismos físicos e o comportamento mecânico de monocristais e policristais sujeitos a deformação plástica; (3) conhecer os diferentes mecanismos de rotura de materiais (fractura, fadiga e fluência) e relacioná-los com a influência dos diferentes tipos de solicitação. Os conhecimentos de engenharia adquiridos serão integrados no planeamento, condução e desenvolvimento de trabalhos práticos laboratoriais. Estes trabalhos serão realizados em grupo de forma a desenvolver aptidões interpessoais, cooperação e capacidade de comunicação. Competências e resultados da aprendizagem: Com esta unidade curricular os estudantes: - desenvolvem uma compreensão fundamental sobre o comportamento mecânico de materiais de engenharia; - ficam mais aptos a aplicar conhecimentos de matemática, física e ciência dos materiais para resolver problemas de engenharia; - são mais capazes de projectar e realizar experiências, assim como analisar e interpretar dados; - desenvolvem as técnicas e aptidões necessárias para a prática metalúrgica; - desenvolvem o trabalho em equipa e as capacidades de comunicação oral e escrita.

Degradação dos Materiais

EMM0025 - ECTS JUSTIFICAÇÃO: Atualmente existe uma ampla variedade de materiais ao dispôr do Engenheiro para o projeto de peças e equipamentos. Existe contudo um risco importante de perda de fucionalidade relacionada com deficiências ao nível do projeto e/ou degradação em contato com o meio circundante que convém ao futuro engenheiro dominar. De referir que a perda de funcionalidade dos equipamentos pode acarretar custos importantes para as empresas, poluir o meio ambiente ou pôr em risco os próprios trabalhadores. OBJETIVOS: A disciplina tem como objetivo principal o estudo orientado para a interação entre os materiais e o seu meio circundante, com ênfase nos casos em que esta interacção leve a perda de funcionalidade dos materiais e poluição do meio ambiente. São usados muitos dos conceitos já abordados sobre a estrutura e propriedades dos materiais metálicos, cerâmicos e poliméricos, pretendendo-se que o aluno domine a forma como a interação com o meio se processa. Em ultima análise, o esudante deverá ganhar sensibilidade para os problemas potenciais de degradação dos materiais em engenharia e ganhar conhecimentos que lhe permitam proceder à avaliação da compatibilidade de um determinado material com determinada aplicação, quer ele seja metálico cerâmico ou polimérico. COMPETÊNCIAS E RESULTADOS DA APRENDIZAGEM: - Integração de conhecimentos de diversas áreas e sua aplicação à resolução de problemas em Engenharia - Capacidade de identificar os problemas e conduzir investigação aplicada no sentido de os resolver - desenvolvimento de capacidades de trabalho em grupo

Laboratórios II

EMM0026 - ECTS Familiarizar os alunos com algumas técnicas de caracterização de materiais e com a utilização de equipamentos laboratoriais. Pretende-se ainda sensibilizar para a importância da segurança laboratorial. É também objectivo que os alunos adquiram conhecimentos sobre métodos de recolha, tratamento e análise de dados e que pratiquem a comunicação técnica, escrita e oral.

Materiais Cerâmicos

EMM0024 - ECTS Justificação: Os conhecimentos sobre os materiais cerâmicos são absolutamente indispensáveis em qualquer curso universitário de Engª de Materiais, dada a sua enorme relevância nas inúmeras aplicações industriais. Objectivos: A disciplina tem por objectivo estudar os temas que envolvem a caracterização de pós cerâmicos e os processos de conformação e sinterização destes materiais. Os materiais vítreos são também abordados, do ponto de vista dos mecanismos de formação, estrutura e preparação, bem como os processos que envolvem a cristalização controlada para obtenção de vidros-cerâmicos. A relação entre estrutura-propriedades-processamento dos materiais cerâmicos e vítreos procura-se que esteja sempre presente no decurso da disciplina. Competências e Resultados da Aprendizagem: - Conhecimentos aprofundados sobre as tecnologias de conceção e fabrico de materiais cerâmicos. - Aplicação dos conceitos estudados ao desenvolvimento de novos produtos cerâmicos. - Capacidade de execução e apresentação de trabalhos de grupo.

Tratamentos Térmicos

EMM0022 - ECTS Justificação O aumento das exigências no que respeita às caraterísticas dos produtos tem provocado avanços consideráveis nas técnicas de processamento, levando ao fabrico de produtos cada vez mais complexos e capazes de satisfazer as expetativas dos clientes. Na medida em que a atividade industrial de tratamentos térmicos, e em particular a dos aços, é determinante para a melhoria das caraterísticas dos produtos finais e do seu desempenho em serviço, esta unidade curricular aborda o estudo dos tratamentos térmicos destas ligas. Objetivos •abordar os princípios teóricos que regem os tratamentos térmicos. •caracterizar as técnicas industriais de tratamento térmico, incluindo, os custos operacionais e o impacto ambiental. •discutir a influência das variáveis do tratamento térmico na microestrutura e nas propriedades das ligas. Competências e Resultados de aprendizagem Pretende-se que os estudantes: • assimilem as técnicas de execução e controlo dos principais tratamentos térmicos; •sejam capazes correlacionar as variáveis dos tratamentos térmicos com a microestrutura e as propriedades resultantes; •desenvolvam competências de pesquisa bibliográfica utilizada na elaboração dos trabalhos experimentais; •desenvolvam a capacidade de trabalho em grupo e de comunicação escrita e oral durante a realização dos trabalhos práticos.

Biomateriais

EMM0047 - ECTS

Justificação:

Os biomateriais têm vindo a sofrer uma enorme expansão e começam a ser utilizados em inúmeras aplicações clínicas, para reparar, reconstruir, substituir ou mesmo regenerar zonas lesadas do organismo. Esta expansão está fortemente associada aos avanços tecnológicos da medicina reconstrutiva e regenerativa e ao aumento exponencial da esperança de vida média nas sociedades modernas. A ciência dos biomateriais é uma área interdisciplinar, sendo o ramo de Engenharia de Materiais de primordial importância para o desenvolvimento de novos biomateriais utilizando tecnologias inovadoras.

Objetivos:

A disciplina tem por objetivo fornecer aos alunos os conceitos fundamentais sobre os diversos tipos de materiais que são usados em medicina. São ainda abordados aspetos como as características estruturais e superficiais dos biomateriais, a sua interação com os tecidos envolventes, os aspetos éticos e regulamentares dos dispositivos médico e as suas aplicações clínicas. Para a frequência da disciplina é necessário que os alunos possuam previamente conhecimentos sólidos sobre ciência e engenharia de materiais.

 

Ciência dos Materiais

EMM0028 - ECTS Justificação A Ciência dos Materiais é uma área do conhecimento que explora a relação entre a estrutura, o processamento e as propriedades dos materiais, proporcionando as bases científicas para a selecção de materiais existentes assim como para o desenvolvimento de novos materiais. A manipulação da microestrutura, através de modificação da composição, da utilização de diferentes técnicas de processamento e/ou de tratamentos térmicos, tem sido utilizada com sucesso no desenvolvimento de novos materiais e modificação de materiais convencionais. Este conhecimento é essencial para a produção de materiais capazes de operar em condições adversas com um desempenho superior. Objectivos É objectivo desta disciplina explorar os conceitos científicos mais importantes da ciência materiais, de forma a proporcionar ao estudante uma visão abrangente da relação entre a estrutura, o processamento e as propriedades dos materiais. São abordadas as técnicas mais relevantes para modificar a estrutura e as propriedades dos materiais, conferindo-lhes superior resistência mecânica. Competências e resultados da aprendizagem Com esta disciplina pretende-se que o estudante: 1) analise o modo como os mecanismos de recuperação permitem dotar os materiais de uma nova estrutura isenta de deformação e os efeitos desta evolução estrutural nas propriedades mecânicas; 2) apreenda uma série de conceitos básicos sobre difusão, sendo capaz de os aplicar na resolução de problemas concretos; 3) adquira os conhecimentos teóricos que regem as transformações de fase controladas por difusão, sua relação com a microestrutura e propriedades (solidificação e transformações de fase no estado sólido); 4) conheça os diferentes mecanismos de endurecimento e os relacione com o comportamento mecânico dos materiais, sendo capaz de desenvolver estratégias para o processamento de ligas de superior resistência; 5) desenvolva a capacidade de trabalhar em grupo, organizando e distribuindo tarefas que lhe permita executar e concluir o trabalho prático com sucesso; 6) adquira maior competência em estratégias de comunicação (escrita e oral).

Materiais Metálicos

EMM0027 - ECTS Justificação Um dos mais frequentes problemas dos engenheiros é a selecção de materiais para as mais diversas aplicações. Existem dezenas de milhares de materiais desenvolvidos e produzidos em resposta à procura e necessidades das sociedades actuais. Assim, uma unidade curricular de Materiais Metálicos, que reúna e apresente informação sobre as mais importantes ligas metálicas do mercado, a relação entre as suas propriedades e aplicações, preços comparativos e potencial de reciclagem, é da maior importância para um currículo de um curso de Mestrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais. Objectivos O principal objectivo desta unidade curricular é familiarizar os estudantes com os diferentes tipos de ligas metálicas disponíveis no mercado. Pretende-se que os conhecimentos adquiridos sejam uma mais-valia nos processos de seleção de materiais para que os engenheiros são solicitados. Pretende-se também proporcionar conhecimentos que permitam aos estudantes compreender do modo como a estrutura condiciona as propriedades das ligas metálicas. Assim como, o modo como o processamento e os tratamentos térmicos podem ser utilizados para modificar a estrutura e, desse modo, as propriedades destas ligas. A pesquisa bibliográfica, para preparação e implementação do trabalho laboratorial, e as visitas a unidades industriais de produção de materiais metálicos deverão proporcionar a integração dos conhecimentos em materiais com os aspectos práticos do trabalho de um engenheiro. Competências e resultados de aprendizagem Com a frequência desta unidade curricular os estudantes deverão: 1) conhecer os principais tipos de ligas metálicas; 2) ser capazes de identificar as propriedades mais relevantes para as aplicações das ligas; 3) conhecer as técnicas de processamento e os tratamentos térmicos mais utilizados para cada tipo de ligas; 4) conhecer o custo relativo das ligas, em comparação com outros materiais; 5) desenvolver a capacidade de trabalhar em grupo, organizando e distribuindo tarefas que lhes permitam executar e concluir o trabalho prático com sucesso; 6) adquirir competência em estratégias de comunicação (escrita e oral).

Materiais Poliméricos

EMM0029 - ECTS JUSTIFICAÇÃO: Os polímeros e compósitos de base polimérica têm vindo a substituir materiais tradicionais como os metais e cerâmicos em diversas aplicações devido à baixa densidade, facilidade de processamento, resistência mecânica etc. Tal justifica pois que o futuro Engenheiro conheça esta classe emergente de materiais, para dela poder tirar partido quer na conceção de peças quer na escolha de materiais para determinada aplicação. OBJETIVOS: Aquisição de conhecimentos essenciais sobre materiais poliméricos e compósitos de matriz polimérica. O estudante deverá compreender a relação entre estrutura e as propriedades destes materiais, justificar a seleção de um material de tipo polimérico ou compósito para determinada aplicação e prever o seu comportamento em condições específicas. Finalmente, deverá ainda conhecer as vantagens e desvantagens destes materiais relativamente a outros materiais, nomeadamente cerâmicos e metais. COMPETÊNCIAS E RESULTADOS DA APRENDIZAGEM: - consolidação e integração de conhecimentos de diversas áreas, nomeadamente a química, física e mecânica - análise de problemas de engenharia e proposta de soluções em termos de materiais e design de peças - consolidação dos conhecimentos através da experimentação laboratorial - aprendizagem através da discussão e trabalho em grupo

Produção e Recuperação de Materiais

EMM0030 - ECTS Estudo dos processos de elaboração e de recuperação de metais ferrosos e não-ferrosos por via pirometalúrgica e via hidrometalúrgica.

Fundição

EMM0034 - ECTS a. Justificação A cadeira de Fundição visa a apresentar as capacidades de conformação de ligas metálicas, a partir do estado líquido, nos meios comuns de moldação em areia verde, areia com ligantes químicos, fundição em molde metálico permanente (por gravidade, baixa pressão e alta pressão), fundição em modelo de cera perdido, em carapaça cerâmica e bloco cerâmico e fundição centrifugada, bem como a relação entre as variáveis de processamento mais relevantes dos ferros fundidos, aços e ligas de alumínio, sobre a microestrutura e defeitos comuns, e o respectivo desempenho em serviço. b. Objectivos Apresentar e estudar os aspectos fundamentais relacionados com o processo de fundição em areia verde. Fundição em areia de presa química, no fabrico de moldações e macho, Estudo das principais tecnologias de fundição: Em areia verde, em areia de macho, fundição injectada, fundição em coquilha e fundição cerâmica, em bloco e em carapaça. Análise dos equipamentos fundamentais típicos da fundição em areia. Elaboração de ferros fundidos, aços vazados e ligas de alumínio.. c. Competências e resultados de aprendizagem 1. adquirir competências sobre tecnologia de fundição; 2. analisar o impacto na sociedade da aplicação desta tecnologia; 3. selecionar, pesquisar e apresentar os procedimentos que levam ao fabrico mais eficaz das peças fundidas; 4. analisar de modo crítico a bibliografia existente realçando os aspectos mais importantes e que possam ter aplicação industrial mais imediata; 5. trabalhar em grupo e adquirir maior competência em estratégias de comunicação (escrita e oral) e de motivação.

Gestão Ambiental e Tratamento de Resíduos

EMM0032 - ECTS Justificação O Ambiente é uma área transversal do conhecimento em Engenharia. A avaliação ambiental de processos industriais e produtos é fundamental para a avaliação da sustentabilidade ambiental. A introdução destes conceitos nesta unidade curricular no MIEMM permite ao estudante reconhecer os danos ambientais associados aos processos industriais e produtos.  Objetivos É objetivo desta unidade curricular a introdução dos conceitos relevantes de engenharia do Ambiente. Nesta unidade curricular o estudante identifica os aspectos ambientais associados aos processso/produtos bem como os impactes ambientais resultantes. Competências e Resultados da aprendizagem - Reconhecer os conceitos fundamentais em matéria de gestão ambiental (recursos naturais, emissões gasosas, efluentes líquidos e resíduos sólidos). - Dinamizar o acesso a recursos bibliográficos existentes na FEUP e fora, incluindo bases de dados e outros tipos de informações acessíveis através da Internet, nomeadamente, as disponibilizadas pelas Agências Ambientais. - Aplicar os conceitos na identificação dos problemas ambientais associados a uma empresa, sector industrial, ou a um determinado produto. - Avaliar o desempenho ambiental e identificar as medidas, melhores técnicas disponíveis para a sua melhoria.

Gestão da Qualidade

EMM0031 - ECTS Justificação A gestão das organizações suporta-se em diversos sistemas, entre os quais, o sistema de gestão da qualidade, sendo reconhecido que, para manterem bons desempenhos e serem competitivas, necessitam de desenvolver os seus sistemas de forma eficiente e eficaz. No pressuposto de contribuir para a resposta a este desafio, esta unidade curricular assenta numa estrutura que permite aos alunos adquirir conhecimentos em gestão da qualidade articulando esta matéria com outras componentes de gestão que fazem parte do currículo do curso (produção e ambiente), proporcionando, desta forma, uma formação abrangente e integradora. Objetivos • abordar a evolução da qualidade e discutir o conceito e os princípios da gestão pela qualidade total. • apresentar o sistema português da qualidade e discutir a importância da sua atividade para o sector industrial. • analisar os requisitos do sistema de gestão da qualidade definidos na norma ISO 9001. • discutir o planeamento da qualidade no projeto do produto e do processo de fabrico. • explorar a aplicação de ferramentas da qualidade na resolução de problemas e melhoria da qualidade com base em casos de estudo. Competências e Resultados de aprendizagem Pretende-se que os estudantes: • dominem os fundamentos e os requisitos dos sistemas de gestão da qualidade, compreendam as vantagens da implementação e contactem com o processo de avaliação desses sistemas; • sejam capazes de planear a qualidade na Conceção e Desenvolvimento do Produto e no Processo de Fabrico, recorrendo a ferramentas da qualidade; • apliquem de uma forma estruturada as ferramentas de melhoria na resolução de problemas em contexto empresarial; • desenvolvam competências de pesquisa bibliográfica utilizada na resolução de problemas propostos. • desenvolvam a capacidade de trabalho em grupo e de comunicação escrita e oral.

Ligas de Alumínio

EMM0052 - ECTS a. Justificação A cadeira de Ligas de Alumínio tem a finalidade de apresentar, discutir e fomentar o conhecimento e desenvolvimento das alternativas de processamento e utilização das diversas famílias das ligas de alumínio. b. Objetivos Dar a conhecer, discutir, apresentar e fomentar o desenvolvimento das técnicas de extração do alumínio e suas famílias de ligas, os meios comuns e alternativos de processamento e gamas de propriedades que são possíveis de obter, os tratamentos complementares de superfície e os mercados de utilização destas ligas. c. Competências e resultados de aprendizagem - adquirir competências sobre as propriedades, processamento e utilizações possíveis das ligas de alumínio; - analisar o impacto dos processo de fabrico sobre o ambiente; - selecionar, pesquisar e apresentar os procedimentos que levam à obtenção de propriedades mais eficazes nos produtos industriais fabricados com ligas de alumínio; - analisar de modo crítico a bibliografia existente realçando os aspetos mais importantes e que possam ter aplicação industrial mais imediata; - trabalhar em grupo e adquirir maior competência em estratégias de comunicação (escrita e oral) e de motivação.

Revestimentos e Tratamentos de Superfície

EMM0033 - ECTS Procura dar-se aos alunos uma noção bastante ecléctica das alternativas mais significativas de tratamentos de superfície e de revestimentos disponíveis. Pretende-se que, a par do conhecimento das várias tecnologias, os alunos possam conceptualizar em termos científicos os fenómenos que decorrem durante esses processos de tratamento de superfície, com base nos conhecimentos já adquiridos nas anteriores disciplinas de "Electroquímica" e de "Degradação de Materiais". Pretende-se que, no final da disciplina, o aluno seja capaz de procurar as alternativas mais adequadas a cada caso de aplicação de revestimento, e a fazer uma leitura crítica, quer em termos técnicos e tecnológicos, quer em termos económicos, dessas opções. Conhecimento e compreensão Os estudantes deveriam ser capazes quando concluído o estudo desta U.C. de identificar , interpretar e reproduzir corretamente questões relacionadas com os temas apreendidos na U.C., devendo ser capazes de manipular ferramentas relativas a conhecimentos de base em matérias como a física, química em particular electroquímica e ciência de materiais que lhes permitam dar opiniões fundamentadas sobre os conhecimentos adquiridos. Análise de Engenharia Os estudantes devem ser capazes de lidar com problemas e sistemas medianamente complexos nas áreas cobertas pelas matérias versadas nesta U.C. Devem também ser capazes de estabelecer uma hierarquia de eventos adequada num processo que envolva tratamentos de superfície e demonstrar abertura de espírito em relação à inovação neste domínio, encontrando soluções baseadas nos conhecimentos adquiridos na respetiva capacidade de busca na literatura especializada e na capacidade de adaptar conceitos a circunstâncias específicas. Prática de Engenharia Os estudantes devem ser capazes de adaptar ferramentas próprias a problemas específicos mesmo envolvendo algum grau de novidade, baseados numa perspetiva de engenharia para a procura de soluções tecnológicas adequadas. Assim os estudantes devem ser capazes de demonstrar alguma capacidade de liderança na resolução de problemas neste domínio e propor soluções que tenham em consideração quer riscos técnicos ou de outra natureza, bem como relações de custo/ benefício. Os estudantes devem ser capazes de ter uma perspetiva dirigida às necessidade do Mercado, tendo em co0nsideração as soluções alternativas que considerem a viabilidade quer técnica, quer financeira quer de marketing e devem ser capazes de defender as suas propostas e pontos de vista diante de audiências. Capacidades transferíveis Os estudantes devem ser capazes de ler e falar de forma razoavelmente fluente e compreensívekl em Inglês, de modo a que possam aceder à bibliografia técnica e estar preparados para concorrer no mercado global quer em termos de oportunidade de emprego,quer em termos de oportunidade de negócio para as empresas onde eventualmente venham a desempenhar funções.

Engenharia Assistida por Computador

EMM0037 - ECTS JUSTIFICAÇÃO: As tecnologias de CAD, CAM e CAE são ferramentas essenciais para o desenvolvimento e fabrico de produto. As indústrias metalomecânicas, injecção de plásticos e fundições dependem directamente do CAD/CAM/CAE e é fundamental que o estudante esteja familiarizado com elas. OBJECTIVOS: Aprendizagem dos processos de desenvolvimento de produto, recorrendo às tecnologias de: - CAD,CAM e CAE; - equipamentos de fresamento CNC; - equipamentos de medição e digitalização tridimensional; - equipamentos de prototipagem rápida. Simultâneamente pretende-se que os estudantes conheçam as principais marcas e produtos nestas áreas e que conheçam suas as vantagens e limitações. COMPETÊNCIAS E RESULTADOS DA APRENDIZAGEM: - Pesquisa, resumo e estruturação de informação técnica; - Conhecimentos básicos na utilização das aplicações: AutoCAD, SolidWorks, PowerSHAPE, PowerMILL, CopyCAD, SOLIDCast e CosmosWorks; - Discussão sobre a implementação de sistemas CAD/CAM/CAE numa empresa; - Resolução de problemas relacionados com sistemas de CAD/CAM/CAE, metrologia, engenharia inversa e prototipagem rápida.

Gestão de Operações I

EMM0035 - ECTS JUSTIFICAÇÃO O programa desta unidade curricular tem por objetivo complementar os estudos de engenharia com conceitos e ferramentas de gestão industrial, proporcionando capacidade de interagir com profissionais com diferentes formações em ambiente empresarial.As responsabilidades do profissional de engenharia estão associadas não só à conceção como também à produção de bens e serviços.Tais actividades criam valor e consomem recursos escassos. Ora complementar a formação tradicional em engenharia com formação na gestão industrial é a justificação desta unidade curricular OBJECTIVOS GERAIS Os objectivos desta disciplina são o de proporcionar aos alunos conhecimentos na área da gestão das operações, nomeadamente as metodologias em que se baseiam os gestores para atingirem os resultados que se propõem, fazendo uso dos princípios e ferramentas de gestão industrial , em ambientes organizacionais multidisciplinares de criação de valor através da transformação de recursos em bens e serviços. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS Pretende-se que no final do curso os alunos saibam: -planear e monitorar sistemas simples de gestão de recursos da produção, na ótica da cadeia de abastecimentos; -organizar e gerir sistemas de gestão de stocks na ótica da cadeia de abastecimento e da cadeia de valor; -utilizar as principais ferramentas de gestão de projectos; -elaborar previsões da procura, utilizando os principais métodos de previsão ; -caracterizar e avaliar o comportamento económico do produtor; -elaborar análises de produtividade e custos; -integrar-se e interagir com os demais profissionais , em unidades empresariais.

Nanomateriais

EMM0051 - ECTS Justificação: Os nanomateriais são uma recente e apelativa área de investigação e desenvolvimento da Engenharia de Materiais. A modificação das propriedades por redução da escala permite produzir componentes com dimensões reduzidas e propriedades muito distintas das exibidas pelos materiais convencionais. A inclusão desta unidade curricular no MIEMM aprofunda os conhecimentos do estudante neste tema, com ênfase nos nanomateriais metálicos, alertando-o para as potencialidades e perigos associados à produção e utilização dos nanomaterias. Objectivos: É objectivo desta disciplina introduzir os conceitos mais relevantes da ciência e engenharia dos nanomateriais, de forma a adquirir o conhecimento a as ferramentas necessárias ao aprofundamento do tema, quer a nível da investigação quer ao nível do desenvolvimento. A disciplina aborda os métodos de produção, as ferramentas de caracterização e a influência da redução de tamanho, à nanoescala, no comportamento dos nanomateriais. São também abordadas as principais aplicações dos nanomateriais, essencialmente através dos trabalhos de pesquisa realizados pelos estudantes. Competências e resultados da aprendizagem: - adquirir competências sobre engenharia e tecnologia de nanomateriais; - analisar o impacto na sociedade da aplicação de nanomateriais; - seleccionar, pesquisar e apresentar temas relacionados com os nanomateriais; - analisar de modo crítico a bibliografia existente realçando os aspectos mais importantes e que possam ter aplicação industrial mais imediata; - trabalhar em grupo e adquirir maior competência em estratégias de comunicação (escrita e oral).

Selecção de Materiais

EMM0036 - ECTS a. Justificação A cadeira de Selecção de Materiais visa apresentar os conceitos e metodologias mais modernas aplicados à Selecção de Materiais. b. Objectivos Na cadeira de Selecção de Materiais visa abordar-se as metodologias mais modernas, desde o processo de Design, passando pelo estabelecimento dos requisitos funcionais do componente, propriedades e cartas de materiais, seleção de processos de fabrico e efeito da forma na seleção do material mais recomendado. c. Competências e resultados de aprendizagem - adquirir competências sobre a relação entre as propriedades dos matérias e processo de fabrico; - aquisição de competências nas metodologias de seleção de materiais; - analisar de modo crítico a bibliografia existente realçando os aspectos mais importantes e que possam ter aplicação industrial mais imediata; - trabalhar em grupo e adquirir maior competência em estratégias de comunicação (escrita e oral) e de motivação.

Tecnologias de Materiais Metálicos

EMM0038 - ECTS Justificação. As quatro principais componentes de um curso de Engenharia de Materiais são a estrutura, propriedades, processamento e desempenho de materiais. Nesta unidade curricular destaca-se a componente processamento com um enfoque no processamento de materiais metálicos. Objectivo. O objectivo fundamental é preparar o quase finalista do curso para os processos industriais de união e conformação por arranque de apara ou/e por deformação plástica, usando ferramentas inovadoras, tendo em vista a melhoria ou inovação de processos e métodos, a correcta utilização dos materiais e o conhecimento actualizado da Normalização e Regulamentos aplicáveis. Competências e resultados da aprendizagem: Com esta unidade curricular os estudantes: - desenvolvem uma compreensão sobre diversas técnicas de processamento de materiais metálicos; - tomam contacto com as técnicas mais recentes neste domínio; - são mais capazes de projectar e realizar sistemas, escolhendo materiais e técnicas adequadas para um problema específico; - desenvolvem técnicas e aptidões necessárias para a prática metalúrgica; - integram conhecimentos de diversos processos; - tomam contacto com as questões ambientais, com as normas e os procedimentos dos diversos projectos; - desenvolvem o trabalho em equipa e as capacidades de comunicação oral e escrita.

Dissertação

EMM0050 - ECTS Justificação Nesta unidade curricular (UC) os estudantes demonstram a sua capacidade para desenvolver de forma autónoma um trabalho individual de investigação, inovação e desenvolvimento num tema de Engenharia de Materiais. Esta é, na generalidade dos casos, a última UC do curso e na qual se avalia a profundidade dos conhecimentos adquiridos, a sua capacidade para integrar os conhecimentos e a proficiência com que são empregues para resolver problemas de engenharia. Objectivos O objectivo desta unidade curricular é avaliar a capacidade do Estudante para utilizar os conhecimentos adquiridos em Ciências e Tecnologias de Engenharia de Materiais na concepção de soluções para problemas e na antecipação e prevenção desses mesmos problemas. Existem duas versões para esta unidade curricular, conforme for realizado em ambiente académico ou académico e empresarial. A opção por um trabalho misto destina-se à formação de Engenheiros para empresas, que terão capacidades para conceber, desenvolver, projectar, implementar e operar sistemas na empresa e no contexto social. A opção por ambiente académico visa o desenvolvimento das mesmas capacidades mas associadas a um maior aprofundamento científico. Estes Engenheiros destinam-se prioritariamente à I&D empresarial e/ou para estudos de 3º ciclo. O trabalho pode ser realizado no país ou no estrangeiro. Com esta unidade curricular procura-se também que o estudante alcance a necessária proficiência em capacidades e atitudes pessoais, inter-pessoais e profissionais. Competências e resultados da aprendizagem: Com esta unidade curricular os estudantes: - demonstram capacidade de planear, executar e de apresentar um trabalho individual. - aprofundam conhecimentos técnicos em área específica. - desenvolvem o espírito de crítica científica. - assimilam processos, práticas e metodologias associados à investigação científica. - desenvolvem técnicas de comunicação escrita, electrónica/multimédia e oral. - demostram capacidade de gestão adequada do tempo.

Gestão de Operações II

EMM0039 - ECTS JUSTIFICAÇÃO O programa desta unidade curricular tem por objetivo complementar os estudos de engenharia com conceitos e ferramentas de gestão industrial, proporcionando capacidade de interagir com profissionais com diferentes formações em ambiente empresarial.As responsabilidades do profissional de engenharia estão associadas não só à conceção como também à produção de bens e serviços.Tais actividades criam valor e consomem recursos escassos. Ora complementar a formação tradicional em engenharia com formação na gestão industrial é a justificação desta unidade curricular OBJECTIVOS GERAIS Os objectivos desta disciplina são o de proporcionar aos alunos conhecimentos na área da gestão das operações, nomeadamente as metodologias em que se baseiam os gestores para atingirem os resultados que se propõem, fazendo uso dos princípios e ferramentas de gestão, em ambientes organizacionais multidisciplinares de criação de valor através da transformação de recursos em bens e serviços. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS Pretende-se que no final do curso os alunos saibam: -organizar, gerir e avaliar sistemas de programação de operações, na lógica da cadeia de abastecimento e da cadeia de valor; -planear e monitorar sistemas simples de gestão de recursos; -compreender a economia dos projectos de investimento e utilizar os principais métodos de avaliação financeira dos investimentos; -compreender e saber aplicar os principais modelos de gestão e liderança subjacentes à Teoria das Organizações; -saber e saber aplicar a metodologia da gestão estratégica; -integrar-se e interagir com os demais especialistas em ambientes organizacionais

Materiais Avançados

EMM0040 - ECTS Justificação Os Materiais Avançados são materiais que, em resultado de desenvolvimentos inovadores em projecto, técnicas de produção e/ou de processamento, apresentam novas estruturas com superiores propriedades. A intensa procura de materiais com desempenho melhorado, determinada pelas necessidades da sociedade nas mais diferentes áreas, levanta a questão de reforçar o conhecimento em Materiais Avançados. Um conhecimento aprofundado dos materiais avançados pode ser um factor importante para a selecção da carreira profissional dos engenheiros de materiais. Objectivos O objectivo de Materiais Avançados é sensibilizar os estudantes para os recentes desenvolvimentos científicos e para as mudanças tecnológicas actuais. Esta unidade curricular está vocacionada para a apresentação de temas actuais de investigação e desenvolvimento na área dos materiais, sendo organizada como um conjunto de seminários proferidos por convidados que desenvolvam trabalhos de investigação e/ou desenvolvimento na área dos materiais. É dado particular ênfase aos trabalhos de investigação desenvolvidos nos laboratórios e universidades portuguesas, mas, também são abordados temas de índole tecnológica sobretudo processos de produção inovadores. Competências e resultados de aprendizagem Através da frequência desta unidade curricular espera-se que os estudantes: 1) sejam capazes de distinguir e identificar várias classes de Materiais Avançados; 2) desenvolvam a capacidade para interpretar novas informações sobre materiais para as mais diferentes áreas, materiais de ultra alta resistência, biomateriais, revestimentos e filmes finos, compósitos e materiais refratários para alta temperatura; 3) aumentem o conhecimento e experiência de resolver problemas de engenharia apresentando soluções inovadoras; 4) desenvolvam a compreensão da língua inglesa, através de seminários em língua inglesa e por exploração da bibliografia (que, no ramo dos materiais de engenharia, é muito reduzida em português); 5) desenvolvam competências em estratégias de comunicação (escrita e oral).

Projecto

EMM0042 - ECTS a. Justificação A cadeira de Projecto visa a aplicação prática dos conceitos apreendidos nas cadeiras anteriores como Desenho, EACO e Fundição, ao desenvolvimento de equipamentos de fundição - placas molde e caixas de machos, em franca e estreita cooperação com um grupo restrito e selecionado de algumas empresas com os meios e conhecimento necessário para o efeito, em especial as empresas onde trabalham graduados deste curso. b. Objectivos Aplicar um conjunto de conhecimentos adquiridos ao longo da formação no curso ao desenvolvimento de metodologias de projeto aplicadas ao fabrico de equipamentos de fundição: placas-molde, coquilhas e caixas de machos, moldes de fundição injectada ou coquilha, envolvendo conhecimentos das áreas de Desenho – tolerâncias, controlo metrológico – Fundição – processamento de ligas, processos de moldação, análise de forma e optimização de sistemas de alimentação e gitagem – Engenharia Assistida por Computador – modelação 3D e prototipagem rápida – e aplicação de sistema de qualidade, e simulação do enchimento de cavidades e da solidificação. c. Competências e resultados de aprendizagem - adquirir competências sobre engenharia e requisitos de projecto; - analisar o impacto na sociedade do desenvolvimento e aplicação desta metodologia de trabalho; - selecionar, pesquisar e apresentar os procedimentos que levam ao fabrico mais eficaz das peças fundidas; - analisar de modo crítico a bibliografia existente realçando os aspectos mais importantes e que possam ter aplicação industrial mais imediata; - trabalhar em grupo e adquirir maior competência em estratégias de comunicação (escrita e oral) e de motivação.

Seminário

EMM0041 - ECTS Justificação: Nesta unidade curricular (UC) os estudantes desenvolvem um trabalho de pesquisa sobre um tema proposto por um docente do MIEMM. Tipicamente este trabalho está relacionado com o tema de Dissertação e este UC fornece ao estudante competências essenciais para o trabalho da dissertação. Objectivos: Preparar o estudante para a Dissertação quer esta seja em ambiente empresarial quer em investigação. O estudante prepara uma monografia com o estado da arte do tema que vai desenvolver e estabelece contactos com as técnicas que vai empregar e, se for esse o caso, com a empresa em que vai desenvolver o trabalho. Competências e resultados da aprendizagem: Com esta unidade curricular os estudantes: - aprofundam conhecimentos técnicos em área específica. - assimilam processos, práticas e metodologias associados à investigação científica. - desenvolvem o espírito de crítica científica. - demonstram capacidade de elaborar e de apresentar uma monografia em tema a seleccionar. - desenvolvem técnicas de comunicação escrita, electrónica/multimédia e oral.

Tecnologias de Ligação

EMM0046 - ECTS Justificação As tecnologias de ligação e em especial as relacionadas com materiais metálicos, mas não só constituem um campo de aplicação generalizado no mundo industrial estando presente em quase tudo que nos rodeia, sendo objecto de profundas transformações tecnológicas e introduzindo novos materiais, justificam a introdução desta disciplina no curso. O conhecimento dos materiais, transformações nas operações de ligação, tecnologias associadas e normalização em como controlo da qualidade das juntas, são ferramenta fulcral no desempenho futiro dos novos engenheiros e investigadores a area de metaurgia e materiais. Objetivos Preparar o quase finalista do curso para as tecnologias especiais usadas na indústria, usando ferramentas inovadoras disponíveis, tendo em vista que o conhecimento dos materiais, transformações nas operações de ligação, tecnologias associadas e normalização em como controlo da qualidade das juntas, são ferramenta fulcral no desempenho futuro dos novos engenheiros e investigadores a area de metalurgia e materiais Resultados da aprendizagem - adquirir competências sobre tecnologia de ligação ( processos) dos materiais, normalização existente e melhoria de processos. - analisar o impacto nas empresas pelos custos / benefício em projectos e realizações de ligação coerentes e quantificados e normalizados ou inovadores - saber seleccionar materais, processos e métodos para aplicações específicas - analisar de modo crítico a bibliografia existente realçando os aspectos mais importantes e que possam ter aplicação industrial mais imediata; - trabalhar em grupo e adquirir maior competência em estratégias de comunicação (escrita e oral).

Dissertação

EMM0050 - ECTS Justificação Nesta unidade curricular (UC) os estudantes demonstram a sua capacidade para desenvolver de forma autónoma um trabalho individual de investigação, inovação e desenvolvimento num tema de Engenharia de Materiais. Esta é, na generalidade dos casos, a última UC do curso e na qual se avalia a profundidade dos conhecimentos adquiridos, a sua capacidade para integrar os conhecimentos e a proficiência com que são empregues para resolver problemas de engenharia. Objectivos O objectivo desta unidade curricular é avaliar a capacidade do Estudante para utilizar os conhecimentos adquiridos em Ciências e Tecnologias de Engenharia de Materiais na concepção de soluções para problemas e na antecipação e prevenção desses mesmos problemas. Existem duas versões para esta unidade curricular, conforme for realizado em ambiente académico ou académico e empresarial. A opção por um trabalho misto destina-se à formação de Engenheiros para empresas, que terão capacidades para conceber, desenvolver, projectar, implementar e operar sistemas na empresa e no contexto social. A opção por ambiente académico visa o desenvolvimento das mesmas capacidades mas associadas a um maior aprofundamento científico. Estes Engenheiros destinam-se prioritariamente à I&D empresarial e/ou para estudos de 3º ciclo. O trabalho pode ser realizado no país ou no estrangeiro. Com esta unidade curricular procura-se também que o estudante alcance a necessária proficiência em capacidades e atitudes pessoais, inter-pessoais e profissionais. Competências e resultados da aprendizagem: Com esta unidade curricular os estudantes: - demonstram capacidade de planear, executar e de apresentar um trabalho individual. - aprofundam conhecimentos técnicos em área específica. - desenvolvem o espírito de crítica científica. - assimilam processos, práticas e metodologias associados à investigação científica. - desenvolvem técnicas de comunicação escrita, electrónica/multimédia e oral. - demostram capacidade de gestão adequada do tempo.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2014 © Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Última actualização: 2012-12-06 I  Página gerada em: 2014-04-17 às 04:48:25