Saltar para:
Logótipo
This page in english Ajuda Autenticar-se
guia
Você está em: Início > 2EGIN02
Autenticação






Mapa das Instalações
Principal

Crescimento Económico

Código: 2EGIN02     Sigla: CE

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Economia

Ocorrência: 2013/2014 - 1S (de 09-09-2013 a 20-12-2013)

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Agrupamento Científico de Economia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
EGIN 38 Plano de Bolonha a partir de 2012 1 - 7,5 56 202,5

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Óscar João Atanazio Afonso Regente

Docência - Horas

Teorico-Prática: 3,00
Tipo Docente Turmas Horas
Teorico-Prática Totais 1 3,00
Óscar João Atanazio Afonso 3,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

O objectivo do curso é o de analisar as contribuições mais significativas da literatura do crescimento económico enfatizando o papel do progresso tecnológico e, subsequentemente, o de gerar ideias para investigação independente.

Resultados de aprendizagem e competências

Os estudantes são estimulados a particiapr nas aulas e a ler diversos capítulos de livros e papers, finado ao corrente do estado da arte na literatura do crescimento económico. A aprovação na disciplina requer uma preparação sólida por parte dos estudantes.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1. Crescimento e tecnologia
1.1. Factos sobre crescimento económico
1.2. Contribuição da inovação para o crescimento económico
1.3. A tecnologia como bem económico
1.4. Crescimento e taxa de crescimento
1.5. Proposta de modelo de crescimento unificado/genérico
2. Teoria neoclássica: modelo de Solow-Swan e extensões
2.1. Steady state e dinâmica de transição
2.2. Taxa de crescimento exógena
2.3. Taxas de crescimento inter-país
2.4. Convergência de taxas de crescimento
3. Mecanismos básicos do crescimento endógeno
3.1. Modelo AK de Solow-Pitchford
3.2. Modelo AK de Romer: spillovers de conhecimento e retornos crescentes
3.3. Modelo de Uzawa-Lucas: crescimento com educação
3.4. Crescimento com learning-by-doing
3.5. Crescimento com progresso tecnológico endógeno
4. Modelos de progresso tecnológico endógeno
4.1. I&D horizontal e I&D vertical
4.1.1. Função produção de tecnologia e modelos lab equipment e knowledge driven
4.1.2. Lucros e dimensão de mercado
4.1.3. valor de uma inovação
4.1.4. Implicações políticas
4.2. Crescimento com e sem efeitos de escala
5. Difusão da tecnologia, comércio e interdependência
5.1. Com base em modelos de I&D horizontal
5.2. Com base em modelos de I&D vertical
6. Direcção do progresso tecnológico e desigualdade salarial intra e inter-país
6.1. Factos sobre a desigualdade salarial
6.2. Trabalho/capital humano qualificado e não qualificado
6.3. Direcção do progresso tecnológico como determinante da desigualdade salarial
6.4. Causas da direcção do progresso tecnológico: skill-biased technological change e comércio internacional

Bibliografia Obrigatória

Barro, Robert and Xavier Sala-i-Martin; Economic Growth, Cambridge, Massachusetts: MIT Press, 2004
Aghion, Philippe and Peter Howitt; Endogenous growth theory, Cambridge, MA: MIT Press, 1998
Grossman, Gene M. and Elhanan Helpman; Innovation and growth in the global economy, Cambridge, Massachusetts: MIT Press, 1991
Jones, Charles I.; Introduction to Economic Growth, W. W. Norton & Co., 2Rev Ed edition (6 Feb 2002)
António Manuel Figueiredo, Argentino Pessoa e Mário Rui Silva; Crescimento Económico, Escolar editora, 2008
Acemoglu, Daron; Introduction to Modern Economic Growth, Princeton University Press, 2009

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Aulas teóricas complementadas com aplicações práticas, discussão e leitura de papers de referência.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 10,00
Teste 50,00
Trabalho escrito 40,00
Total: 100,00

Obtenção de frequência

Modalidade A
Nota final = 0,50 Teste + 0,40 Trabalho + 0,1 Participação activa nas aulas >= 9,5; com nota de teste >=7,0 e nota de trabalho >= 9,5. Relativamente à "Participação activa nas aulas" a classificação é obtida através da pontuação atribuída ao aluno resultante da sua participação e assiduidade na discussão dos materiais submetidos à discussão da turma.
Modalidade B
Exame Final com nota >= 9,5

Fórmula de cálculo da classificação final

Ver ponto anterior

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2014 © Faculdade de Economia da Universidade do Porto  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z  I Livro de Visitas
Página gerada em: 2014-04-21 às 12:05:54